Após história viralizar, casal que morava em ponto de ônibus ganha novo lar em Joinville

A história do casal de idosos que morava em um ponto de ônibus em Joinville terminou com um final feliz. Dona Liomar e o marido conseguiram um novo lar, por meio da solidariedade joinvillense.

Família se instalou em ponto de ônibus após casa ser tomada por traficantes no Paraná – RICTV Joinville / Reprodução

A vida do casal tomou um rumo parecido com o pessoas que moram nas ruas em todo o país. A mulher, de 58 anos, precisou deixar a casa em Guaratuba, no litoral do Paraná, depois que foi expulsa por traficantes. O imóvel foi tomado para cobrir uma dívida da filha com o tráfico.

Leia também

Depois de passar por várias cidades paranaenses, a família se mudou para Joinville, onde se instalou em um ponto de ônibus na rua Santos Dumont, na Zona Norte.

Ao todo, foram 70km feitos a pé. O marido trabalha durante o dia como catador de reciclados, enquanto Dona Liomar cuidava dos poucos pertences que trouxeram durante as andanças.

Rede de solidariedade

O que chama a atenção nessa história é a solidariedade das pessoas que moram na região. Todo os dias, restaurantes forneciam marmitas para a família.

Além disso, o casal recebeu doações de roupas e cobertores para superar o clima frio das últimas semanas.

“Eu nunca vi um pessoal tão generoso, quando eu abro a barraca já tem pão, um leite, isso na minha terra não existe”, conta emocionada.

Um deles é o Marcelo Schimilouski, funcionário de uma serralheria, que conheceu o casal após o marido de Liomar levar o carrinho de reciclagem para a solda.

“O pessoal doa bastante coisa, mas a gente vê que não é o suficiente, ainda mais porque se trata de uma pessoa idosa, e ficar no frio nesse tempo não é fácil”, conta.

A história do casal conquistou a internet e repercutiu em toda a cidade. O movimento fez com que uma mulher doasse uma casa na Zona Sul de Joinville para o casal.

Sem nenhum custo, o espaço será fundamental para que eles possam reconstruir a vida.

“Isso é uma bença de Deus, eu pedi tanto e ele me atendeu”,  disse Dona Liomar, com lágrimas nos olhos.

Dona Liomar feliz ao preparar o café na casa nova – Foto: Rodrigo Duarte

Família agora necessita de doações

Dona Liomar mudou nessa quinta-feira (18) para o novo endereço. No novo lar, a mulher de 58 anos faz crochê enquanto assiste televisão.

Agora, o casal está em busca de um emprego para retomar a vida que tinham no Paraná.

Além disso, a família precisa de doações de alimentos, produtos de limpeza e higiene pessoal.

Para quem tiver interesse em ajudá-los, pode entrar em contato pelo telefone (47) 99979-4737 e receber mais informações.

Mais conteúdo sobre

Geral