Após morte de turista gaúcho, polícia faz operação na comunidade do Siri

Atualizado

A Polícia Civil realiza, na manhã desta terça-feira (14), uma operação de combate à criminalidade na comunidade do Siri, no Norte da Ilha. A Delegacia de Homicídios da Capital cumpre 16 mandados de busca e apreensão. Até às 8h15, ninguém havia sido preso.

Maioria dos crimes ocorreram nas dunas dos Ingleses, ao lado do Siri, no Norte da Ilha – Foto: Daniel Queiroz/ND

Segundo o delegado Enio de Oliveira Matos, a ação é praticada em função da série de homicídios registrados recentemente na região. Foram cumpridos 16 mandados em casas de suspeitos de terem ligação com facção criminosa catarinense.

Conforme Matos, os materiais aprendidos são de interesse das investigações da Policia Civil e não vão ser revelados.

O caso mais recente de homicídio na região foi o do turista gaúcho Kennedy Maldaner Santos da Silva, de 20 anos, encontrado nas dunas dos Ingleses no dia 6 de janeiro. No dia 24 de novembro, um casal foi encontrado morto, também nas dunas dos Ingleses.

Leia também:

“Está bem exagerado”

A capital de Santa Catarina registrou sete homicídios em apenas 11 dias. Para o delegado Enio de Oliveira Matos, o número de casos “está bem exagerado”.

Entre a noite de sexta-feira (10) e a noite de sábado (11), foram três mortes por arma de fogo. Os crimes ocorreram no bairro Jardim Atlântico, no Morro do 25 e na Serrinha.

Polícia