Após infração, Anna Carolina Jatobá perde direito ao regime semiaberto

Ela está presa em Tremembé, no interior de SP, e foi flagrada conversando com os filhos em uma chamada de vídeo, o que é proibido na penitenciária

Anna Carolina Jatobá, a madrasta condenada pela morte de Isabella Nardoni, de apenas cinco anos, perdeu o direito ao regime semiaberto. Ela foi flagrada falando com os filhos em uma chamada de vídeo dentro da penitenciária de Tremembé, no interior de São Paulo.

Anna Carolina Jatobá foi responsável pela morte da menina Isabella Nardoni, de 5 anos – Foto: Reprodução/R7Anna Carolina Jatobá foi responsável pela morte da menina Isabella Nardoni, de 5 anos – Foto: Reprodução/R7

Jatobá regrediu para o regime fechado por ter cometido uma infração considerada grave. É proibido esse tipo de comunicação dentro da penitenciária. Por causa da pandemia do novo coronavírus, foi liberada a chamada de vídeo apenas com os advogados.

Leia também:

Anna Carolina aproveitou a oportunidade para também falar com a família, mas foi pega em flagrante. Além de perder o direito ao semiaberto, ela também não poderá mais trabalhar como costureira no ateliê da penitenciária.

O caso

Isabella Nardoni tinha 5 anos quando foi arremessada do 6º andar de um prédio na zona norte de São Paulo, em março de 2008. O país acompanhou estarrecido o crime.

Após investigação, o pai de Isabella, Alexandre Nardoni, foi condenado a 31 anos, um mês e dez dias de prisão. Já a madrasta, Anna Carolina Jatobá, teve uma pena de 26 anos e oito meses de reclusão.

+ Notícias