Após renunciar ao cargo de prefeito de Chapecó, José Caramori assume presidência do Badesc

Assim como indicavam os rumores do final do ano passado, José Caramori renunciou ao cargo de prefeito de Chapecó, no Oeste do Estado, e assumiu a presidência do Badesc (Agência de Fomento do Estado de Santa Catarina). A oficialização ocorreu nesta quinta-feira (7), em reunião extraordinária da diretoria colegiada. A prefeitura do município foi recentemente assumida pelo vice, Luciano Buligon (PSB).

Badesc/Divulgação/ND

Caramori assumiu cargo em reunião extraordinária

“Assumo com a missão de dinamizar a agência de fomento e contribuir para que ela desempenhe com ainda mais eficiência e eficácia o papel de indutora do desenvolvimento econômico catarinense”, disse Caramori na reunião que contou com a presença de Justiniano Pedroso, diretor de Desenvolvimento de Negócios, João Carlos Grando, diretor de Operações, e Olívio Rocha, que deixa a presidência e volta a ocupar a diretoria Administrativa e Financeira do Badesc.

Segundo a instituição, uma solenidade de posse deve ocorrer em data a ser definida, após o retorno do governador, Raimundo Colombo, que está em viagem ao exterior, e a volta das atividades na Assembleia Legislativa, a partir de fevereiro.

:: Prefeito de Chapecó admite conversas para renúncia ao cargo e posse na presidência do Badesc

Rumores já indicavam mudanças

Em novembro, o Notícias do Dia publicou matéria em que Caramori já dava indícios sobre a mudança de cargo. “Houve conversas e consultas quanto a essa possibilidade. Um convite desses tem um peso muito importante, já que o Badesc é uma referência para Santa Catarina e para o Brasil como um elemento propulsor para a economia. Se houver o convite formal, naturalmente vamos considerar com muita responsabilidade”, disse o então prefeito de Chapecó na época, sobre o convite do governador Raimundo Colombo – que não havia sido oficializado.

Caramori ainda afirmou na ocasião que a oportunidade era única e que a população compreenderia uma eventual renúncia. “A comunidade entenderá que se trata de uma missão importante, com possibilidades de ganhos para a região. Não estou em busca de cargo, mas, se confirmando, darei apoio integral ao vice-prefeito para a conclusão do nosso mandato sem que a cidade sofra com a descontinuidade”.

Política