Após um ano paralisadas, obras do sistema de esgoto sanitário de São José são retomadas

Obras devem garantir que 50% da cidade tenha coleta e tratamento dos efluentes, ampliando a qualidade de vida da população

Depois de um ano com as obras de ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário de São José paralisadas, devido ao processo de licenciamento ambiental, os trabalhos foram retomados pela Casan (Companhia de Água e Esgoto do Estado). As ações estão sendo realizados nos bairros Bela Vista e Floresta. Essas regiões vão receber 15 km de rede coletora que atenderão mais de 1.300 residências.

Emissário está sendo implantado na Avenida das Torres - Divulgação/ND
Emissário está sendo implantado na Avenida das Torres – Divulgação/ND

Segundo explica o gerente de construção da Casan, Fabio Krieger, a implantação do sistema nesses dois bairros está orçada em R$ 13 milhões.“A previsão é concluirmos até o final deste ano esses dois bairros para na sequência liberar as conexões aos domicílios”, diz. Além da rua Julia Schoroeder, são executados trabalhos de implantação de emissário e de tubulação de maior porte na Avenida das Torres.

A companhia programou outros projetos que totalizam quase R$ 21 milhões em investimentos em São José. Com as etapas do Bela Vista e Floresta finalizadas, além dos outros projetos com previsão de concluir em 2018, Krieger antecipa que a cidade terá 50% de rede coletora e tratamento de esgoto. “É muito importante pensar em saneamento e fazer investimentos porque a cada R$ 1 colocado nisso é menos R$ 4 em gastos com tratamentos de saúde, causados por doenças provocadas da falta de saneamento”, avalia.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Notícias

Loading...