Após um ano sem acidentes fatais, pedestre morre atropelada na SC-401 em Florianópolis

Atualizado

Após 366 dias sem registro de acidentes com vítimas fatais, um atropelamento na SC-401 na madrugada deste sábado (16) zerou a marca histórica da rodovia. 

Por volta das 4h, uma mulher ainda não identificada foi atingida por um veículo próximo ao quilômetro zero da via, em Canasvieiras. Ela não resistiu aos ferimentos e morreu no local. 

Reforma da Rodovia SC-401 é paralisada antes mesmo de começar

O atropelamento ocorreu no sentido centro-bairro, próximo ao Centro de Eventos Governador Luis Henrique da Silveira. Segundo a PMRv (Polícia Militar Rodoviária), a vítima tentava atravessar a via quando foi atingida pelo Nissan March, com placas de Florianópolis. 

Leia também:

O jovem de 24 anos que conduzia o carro envolvido no acidente permaneceu no local até a chegada da polícia e prestou socorro à vítima. O motorista realizou teste bafômetro, que não apontou índice de álcool no sangue. 

O IGP (Instituto-Geral de Perícias) foi até o local, recolheu o corpo e realizou uma perícia na rodovia. Até as 11h30 deste sábado a mulher não havia sido identificada. 

Recorde de dias sem mortes

Na quinta-feira (14), a SC-401 havia alcançado a marca história de um ano sem mortes. Até então a melhor marca tinha sido registrada em 1997, quando a estrada completou 210 dias sem mortes.

A via, que liga o Centro de Florianópolis às praias do Norte da Ilha de Santa Catarina, tem um tráfego médio de 63 mil veículos por dia.

Mais conteúdo sobre

Notícias