Arqueólogos encontram ossada de 500 anos

Arqueólogos e pesquisadores que analisam as ocupações de povos antigos no alto e médio uruguai, abriram ontem uma urna que foi retirada de um sítio arqueológico há dois anos. Ela foi analisada pelo CEOM, o Centro de Memória do Oeste de Santa Catarina, e a descoberta surpreendeu os estudiosos.

Loading...