Arquiteta une sensibilidade e praticidade em suas criações para causar impacto

Atualizado

Apesar de trabalhar focada nos negócios da família, a arquiteta gaúcha Eduarda Tonietto diz que sempre foi muito apaixonada pelo sentimento que o espaço gera na pessoa, em como a forma, as linhas e os materiais impactam visualmente uma pessoa. “Esta sensibilidade de enxergar isso sempre me atraiu muito”, frisa.

Ser muito analítica na parte estética é, segundo a arquiteta, um dos seus pontos positivos como profissional. Sensibilidade esta aprimorada ao longo da vida em muitas viagens, conhecendo muitos hotéis, muitos monumentos, muitos empreendimentos e prédios projetados por arquitetos famosos espalhados pelo mundo. Tanto que ela se considera uma “moradora do mundo”.

Com este “jeito cosmopolita de ser”, Eduarda acaba de entregar, junto com a Incorporadora Milano e uma equipe de grandes profissionais, o restauro do casarão onde morou o ex-governador do Estado Hercílio Luz – tombado pela Fundação Catarinense de Cultura como  Patrimônio Histórico do Estado. A recuperação do casarão, incorporado ao empreendimento Cidade Milano, é considerada um marco para a cidade.

O casarão, restaurado, agora ocupa o lugar de destaque que há 20 anos o abandono negou – Foto: Anderson Coelho/ND

Uma relíquia abandonada ao sabor do tempo e que estava sendo engolida pela vegetação ao redor e atos de vandalismo em plena avenida Mauro Ramos, que agora ganhou nova vida. A estrutura foi praticamente refeita para que a casa não desmoronasse, sem falar que grande parte das instalações originais, como teto, piso e aberturas, estavam destruídas.

Feliz com o resultado entregue pelos profissionais responsáveis, Eduarda explica que a casa foi restaurada e incorporada ao empreendimento como um espaço para eventos, para que o máximo possível de pessoas possam visitá-la e entender sua importância histórica, bem como a do seu morador mais conhecido.

O processo de resgate uniu, lembra Eduarda, profissionais extremamente talentosos, como a arquiteta responsável pelo projeto de restauro, Lilian Mendonça; o renomado paisagista paulista, Benedito Abbud; e a equipe do projeto luminotécnico da Allume, que junto com a equipe da Milano entregaram uma obra que ela mesma descreve como “esplêndida”.

Restauro representa resgate da história de Santa Catarina – Foto: Anderson Coelho/ND

Esse time trabalhou para que a casa tivesse a parte histórica preservada, mas que fosse referência na parte de contemporaneidade em um cenário urbano onde ela é a grande protagonista, ao lado de novas construções, jardins contemporâneos e moderna iluminação. “A decisão de torná-la um espaço de eventos é para valorizar ainda mais esse monumento. Eventualmente, a abriremos também para eventos culturais”, explica.

Eduarda conta que a história da família Tonietto com o casarão Hercílio Luz iniciou em 2005, quando a família mudou-se de Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul, para Florianópolis. Na época, seu pai, Paulo Tonietto, empresário e presidente da Milano Incorporadora, passando pela região, observou o local abandonado com um monumento em ruínas em pleno centro da cidade.

Anos depois, em 2013, quando começou o processo de compra dos terrenos na avenida Mauro Ramos para investir no mercado imobiliário, por coincidência, um dos terrenos encostava na casa. Foi quando ele viu a oportunidade de resgatá-la, em especial depois de entender que se tratava de um elemento histórico importante para o Estado e pela história do antigo dono que, dizem, ia até a varanda da casa para apreciar ao longe a construção da ponte icônica que levaria seu nome.

A aquisição foi um processo desgastante e extenso, lembra ela, pois eram 17 herdeiros. Também havia a dificuldade de acesso, pois a casa que estava sendo engolida pelas árvores, a estrutura entrando em colapso.

Situação em que se encontrava Casarão Hercílio Luz, abandonado por mais de 20 anos, sofrendo com a ação do tempo e dos vândalos – Foto: Foto Flávio Tin/Arquivo/ND

“Foi grande orgulho trabalhar em um projeto como este, uma satisfação pessoal. Um projeto árduo, em busca do resgate da originalidade, e que hoje está perfeitamente integrado ao empreendimento Cidade Milano, como uma forma de educar as novas gerações, para que elas saibam de quem era a casa”, destaca.

Arquiteta de formação, a diretora de produtos da Milano Incorporadora, Eduarda Tonietto, entre outras atribuições, é a profissional responsável por traduzir um conceito amplo para o Cidade Milano, construído no Centro de Florianópolis.

“Hoje trabalho exclusivamente para a Milano, onde posso ter a liberdade de trazer conceitos inovadores para o mercado da cidade. Unir essa vontade de criar produtos imobiliários diferentes e inovadores com a oportunidade de ter um investidor que acredite no potencial disso é o grande segredo do sucesso que a empresa está tendo hoje. Ser filha de um homem visionário, que quer entregar empreendimentos inovadores para mudar a vida das pessoas é o estímulo para que tudo isso aconteça.”

Solteira, hoje ela vive entre Florianópolis, onde atua na criação e concepção dos projetos da empresa da família e diz quase não ter vida social, e Curitiba, onde passa quase todos os fins de semana, estendendo-os também com frequência a São Paulo. Lá, passeia, relaxa e sai com os amigos.

Ela classifica a hotelaria como “uma paixão absurda” em sua vida, tanto que um hotel-boutique com sua assinatura está em fase de execução na Capital. Seu hobby é viajar, sempre em busca de novos projetos , trazendo algo que vê fora do Brasil para a vida das pessoas de Florianópolis. Aprecia também roteiros gastronômicos, passeia muito por São Paulo sempre procurando estar por dentro do mercado cosmopolita.

A paixão por Curitiba vem desde os tempos da faculdade. Ela conta que no período de formação também estudou na Escola de Arquitetura e Paisagem de Bordeaux, na França. E acredita que foi lá que teve a oportunidade de aprimorar a parte artística da arquitetura. “Hoje, no Brasil, as escolas não desenvolvem muito este olhar nos alunos, e na Europa esta é a parte mais importante da faculdade.”

Ser muito analítica na parte estética é, segundo a arquiteta, um dos seus pontos positivos como profissional. Sensibilidade esta aprimorada ao longo da vida em muitas viagens, conhecendo muitos hotéis, muitos monumentos, empreendimentos e prédios de arquitetos famosos espalhados pelo mundo.

Um empreendimento com um grande diferencial

Eduarda frisa que foi seu pai, um empresário do ramo de esportes que sempre foi muito apreciador da arquitetura e se tornou investidor do mercado imobiliário, que a estimulou a aprimorar este gosto estético mesmo antes de decidir o rumo profissional que seguiria. Esta bagagem, acredita ela, ajudou-a nos projetos que desenvolve hoje na incorporadora.

Quando a arquiteta chegou a Florianópolis, em 2015, para trabalhar na Milano, o empreendimento estava em andamento, mas a ideia de transformá-lo em algo além do que se espera de uma incorporadora foi o grande diferencial.

Eduarda observa que há um movimento no mercado imobiliário, tanto fora do Brasil como nas grandes capitais, direcionando para uma forma diferente de morar, com um mix de serviços disponíveis para proporcionar praticidade e qualidade de vida com experiências diferentes que vão além de simplesmente entregar um prédio.

E assim é o Cidade Milano, quase um quarteirão inteiro dedicado às principais conveniências, serviços, polo gastronômico, ambiente de trabalho e moradia, permitindo com isso que as pessoas cumpram suas obrigações diárias tendo a comodidade de quem está a alguns passos de tudo que se precisa. Uma verdadeira cidade, dentro da cidade. “É algo ‘desruptivo’ para Florianópolis”, destaca.

“Entregar um estilo de vida diferente, descomplicado e prático. O tempo hoje em dia é algo muito valioso. Queremos criar um lugar onde as pessoas possam utilizá-lo da melhor forma possível, mais conectadas, compartilhando experiências, vivendo de forma colaborativa e resolvendo as tarefas do dia a dia a poucos passos dos seus apartamentos e escritórios. Não se preocupar com tempo gasto no trânsito. Isso é a qualidade de vida dos dias atuais.”

Inspira!