Ataque de javalis em plantações preocupa moradores de Ponte Serrada

Divulgação/Mônica Araldi/ND Oeste

Ataque de Javalis em propriedades de Ponte Serrada

Os animais costumam atacar as propriedades em bandos

Os moradores do interior de Ponte Serrada não sabem mais o que fazer com a criação desenfreada de Javalis. Muitas plantações estão sendo destruídas pelos animais. Eles comem tudo o que veem frente e atacam até mesmo animais de outras espécies.

Em uma propriedade onde foram plantados 100 hectares de milho, 30% da área foi consumida pelo animal. Um prejuízo de R$ 30 mil reais ao produtor. “Faz muitos anos já que tem, mas agora não estamos mais aguentando. A soja no começo eles fuçam bastante e o milho é do começo ao fim”, relata o produtor Adão Junior Trevisan.

Os animais costumam atacar as plantações em bando e durante a madrugada. Segundo os moradores, eles são extremamente agressivos. “Já fui atacado e até um cachorro meu já foi abatido”, conta Trevisan.

Esses animais selvagens chegam a pesar 200 quilos e tem presas de até 10 centímetros. A estimativa é de que existam mais de R$ 3 mil javalis habitando o Parque Nacional das Araucárias, localizado entre Ponte Serrada e Passos Maia. Quando termina o alimento neste lugar, os animais vão buscar nas terras vizinhas. Cerca de 80 propriedades da região já sofreram com os ataques.

Divulgação/Mônica Araldi/ND Oeste

javalis atacam propriedades em Ponte Serrada

Em uma das propriedades cerca de 30% da plantação foi destruída

Com informações repórter Mônica Araldi/RICTV Xanxerê

Geral