Autoridades informam portadores de doenças da Tireoide diante da pandemia da Covid-19

Atualizado

O que os portadores de doenças de tireoide precisam saber em tempos de Covid – Foto: Stock Image

O Departamento de Tireoide da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia divulgou informações para pacientes e familiares de portadores de doenças tireoidianas diante da pandemia da Covid-19.

A médica endocrinologista e clínica geral de Florianópolis, Dra. Cristina Schreiber de Oliveira, repercutiu as informações Presidente do departamento, Prof. Dr. José Augusto Sgarbi. 

“É muito importante, neste momento, termos informações qualificadas, combatendo Fake News e principalmente, tendo uma conduta individual de acordo com a necessidade de cada um. Portanto, procure sempre estar bem informado e seguro”, alerta Dra. Cristina.

Veja os pontos salientados:

+ Os pacientes com doenças de tireoide devem seguir as mesmas orientações do Ministério da Saúde destinadas à população geral, relacionadas ao coronavírus. 

+ É necessário manter o bom controle, tanto do hipotireoidismo quanto do hipertireoidismo. 

+Pacientes com doenças tireoidianas, não fazem parte do grupo de risco para a infecção COVID-19, mesmo se a causa do transtorno for de natureza autoimune, como a tireoidite de Hashimoto e a doença de Graves, a não ser que estas condições estejam descompensadas. 

+ O tratamento da Tireoide não deve sofrer nenhuma alteração no caso de contágio com o coronavírus. 

+ Nos casos de maior gravidade, em que for necessária a internação hospitalar, é importante que a equipe médica responsável seja informada sobre o tratamento utilizado, com nome e doses dos medicamentos em uso.

Pacientes com Câncer de Tireoide, a maioria (aqueles tratados com cirurgia seguidos ou não de terapia com iodo radioativo e sem doença ativa) não está no grupo de risco para gravidade da infecção COVID-19.

Esse paciente não necessita de nenhum cuidado adicional referente às medidas de proteção ao contágio da infecção, além das orientações do Ministério da Saúde e/ou de outras autoridades competentes previamente divulgadas à população.

Pacientes com Câncer de Tireoide avançado, com metástases para outros órgãos, especialmente aos pulmões, ou em uso de medicamentos específicos para o câncer podem apresentar maior risco para a gravidade da infecção, tanto pela extensão da doença quanto pelos possíveis efeitos adversos dos medicamentos.

Esses pacientes devem tomar mais cuidado, manter o isolamento social e seguir todas as demais medidas já divulgadas pelas autoridades competentes para pessoas de alto risco. 

“Recomendamos ainda, que entrem em contato com seu médico para uma orientação individualizada”, afirma o presidente da entidade, Dr. José Augusto Sgarbi.

“Neste momento de aflição e sofrimento coletivo, é importante mantermos a calma, a serenidade e o otimismo. Projetos de vida devem ser mantidos, embora temporariamente adiados.

Estaremos mais seguros se seguirmos as orientações das autoridades e profissionais da saúde. Estabeleçam rotinas diárias em casa, mantenham atividade física mínima, alimentação saudável e evitem bebidas alcoólicas”, finaliza o especialista.

Edição: Alessandra Cavalheiro / Mtb 9775

Dra. Cristina da Silva Schreiber de Oliveira
@dracristinaschreiber
falecom@dracristinaschreiber.com.br
WhatsApp: 55 (48) 9 9184-3103
https://dracristinaschreiber.com.br/

Mais conteúdo sobre

Saúde Mais