Avenida Beira-Mar de São José já está em obras

Pista de caminhada foi interditada para fazer a troca da pavimentação

As pessoas que se exercitam na Beira-Mar de São José terão o espaço de lazer reduzido. A pista de caminhada está interditada para receber novo pavimento. Serão 13 mil metros quadrados de pavimentação para oferecer melhores condições de atividades físicas.
As obras já começaram e fazem parte da revitalização parcial da Beira-Mar. Ao custo de R$ 1,35 milhão, o espaço receberá reforço na arborização e seis deques até o mar. A obra, que está sendo executada pela Pavicom, tem prazo de 180 dias para ficar pronta.

DIVULGAÇÃO/ND

Quebra do piso para instalar a pedra paver marcou o início das obras de revitalização do espaço para caminhadas

A ciclovia será dividida entre pedestres e ciclistas durante a interdição. A pavimentação de concreto da área de caminhada está desgastada. A necessidade de melhorias é clara para os frequentadores como o casal Miguel Jacinto, 68, e Maria Bernadete Jacinto, 66. A previsão da prefeitura é de que a revitalização da pista de caminhada termine em março. “Se a interdição for parcial, entenderemos”, enfatizou Maria Bernadete.
Os trabalhos começaram com a quebra do piso para instalar a pedra paver, conhecida também como piso intertravado. No mês de setembro, quando a prefeitura anunciou a pavimentação da área de caminhada, a população criticou o projeto por acreditar que o espaço receberia pedra petit-pavê, a mesma que ornamenta o calçadão do Kobrasol, e não a pedra paver, utilizada na Beira-Mar Norte, em Florianópolis.
A lentidão das obras públicas faz a esteticista Sônia Fernandes, 42, não acreditar no prazo anunciado pela prefeitura. “O que me preocupa é o tempo. Esse local é muito frequentado. Cada dia de obra será um transtorno, ainda que necessário”, alertou. Acompanhado do cachorro Scot o vendedor Sérgio Gutierres, 46, caminha diariamente na Beira-Mar. Assim como a maioria dos frequentadores do maior espaço de lazer de São José,  ele anseia pelas obras.

Pedestres e ciclistas terão que dividir ciclovia

O engenheiro da Secretaria de Infraestrutura de São José, Nardi Arruda, detalhou que no meio da pista de caminhada começaram os trabalhos de duas equipes. Uma seguirá em direção ao rio Araújo e outra rumo à prefeitura, ambas quebrando o piso. “Esse método dá mais agilidade ao trabalho”, garantiu. Serão instalados bicicletários na área de lazer. “Será necessário restaurar partes da mureta. O prazo de entrega da obra é seis meses”, disse. Até o fim da recuperação do calçadão, pedestres e ciclistas terão que dividir ciclovia.

Haverá guia de acessibilidade para portadores de necessidades visuais e está prevista a reforma da pista de skate, que fica localizada próxima à Fundação Municipal de Esportes.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Notícias

Loading...