Bebê na Inglaterra luta contra câncer que matou seu irmão gêmeo

A notícia foi publicada no portal Today, do Reino Unido. Porém, emocionou boa parte do mundo. Trata-se do bebê Emre e do seu irmãozinho gêmeo, Elijah, de Huddersfield, na Inglaterra. A mãe, Nicole Duhaney, de 21 anos, disse ter “acertado na loteria”. No entanto, quatro meses depois veio a notícia dura: ambos sofriam de leucemia mielóide aguda, um tipo de câncer sanguíneo que compromete o sistema imunológico.

Os irmãos Emre e Eliha durante tratamento – Foto: Reprodução

O que parecia uma “forte gripe”, era na verdade a doença se manifestando. Normalmente, conforme o tempo passa, a ação da doença é rápida, fragilizando o paciente. Assim, Elijah não resistiu muito tempo,

Na medida em que os gêmeos são idênticos, compartilhando a mesma placenta, é normal que a doença se manifeste em ambos. As chances de contaminação em casos de gêmeos univitelinos são de 100%.

Agora, a luta dos médicos e da família se concentra em Emre, que chegou a ir para casa para se despedir do irmãozinho. Ele passa por tratamento de quimioterapia. Embora tenha poucos meses de vida, Emre luta pela sobrevivência.

Leia também

Saúde