Bolsonaro anuncia fechamento parcial de fronteira com a Venezuela

Portaria com a medida deve ser publicada nesta quarta-feira (18), pelo governo, no Diário Oficial da União

O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta terça-feira (17), que vai determinar o fechamento da fronteira com a Venezuela, em função do avanço do coronavírus.

Presidente quer fechamento parcial da fronteira com a Venezuela para proteger economia de Roraima. – Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil/NDPresidente quer fechamento parcial da fronteira com a Venezuela para proteger economia de Roraima. – Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil/ND

A decisão será oficializada no DOU (Diário Oficial da União) em portaria publicada nesta quarta-feira (18), pelos Ministérios da Justiça e Segurança Pública e o Ministro das Relações Exteriores. Segundo o presidente, a fronteira com a Venezuela é a “mais sensível”.

“Não é um fechamento total, o tráfego de mercadorias vai continuar acontecendo. Você para Roraima se você fecha o tráfego com a Venezuela, a economia de Roraima desanca”, explicou Bolsonaro. O presidente afirmou que não tem como “tomar medidas radicais”, mas voltou a dizer que é preciso evitar a histeria.

“Alguns acham que a palavra fechar fronteira é uma palavra mágica. Se a gente pudesse, tivesse o poder de fechar fronteira como muitos pensam, não teria entrada de droga, nem de arma no Brasil. Nós temos 17 mil quilômetros de fronteira”, declarou. “Há uma certa histeria com isso tudo, como se fechar fronteira resolvesse o problema, alguns querem que a gente feche os aeroportos”, disse.

O presidente disse ainda que conversou com o presidente do Paraguai, Mario Abdo, sobre a fronteira de Ponta Porã e a cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero. Ele classificou as duas cidades como “gêmeas”. “Não tem como você evitar o tráfego de pessoas ali”, declarou Bolsonaro.

+

Notícias