Bombeira salva bebê de 4 meses por telefone em Concórdia 

Atualizado

Uma bombeira voluntária ajudou a salvar um bebê de apenas 4 meses que se engasgou na noite de quinta-feira (19), no bairro Vista Alegre, em Concórdia, no Oeste do Estado.

Bombeiros estiveram na casa da família – Foto: Bombeiros Voluntários/Reprodução/ND

Familiares ligaram para a regulação dos Bombeiros Voluntários de Concórdia, por volta das 19h30 e, solicitaram ajuda. A avó fez a manobra necessária e conseguiu desengasgar o menino.

Uma equipe de socorristas foi até o local e encaminhou o bebê ao pronto socorro do Hospital São Francisco. Ele passa bem. 

Como agir em caso de engasgo em bebês:

A primeira conduta é pedir para alguém acionar o serviço médico especializado —  Samu (192) ou Corpo de Bombeiros (193) — e providenciar transporte até o pronto-socorro mais próximo.Se não houver mais ninguém por perto, tente desengasgar o bebê por dois minutos e então peça ajuda.

Coloque o bebê de bruços em cima do seu braço e faça cinco compressões entre as escápulas (no meio das costas). Vire o bebê de barriga para cima em seu braço e efetue mais cinco compressões sobre o esterno (osso que divide o peito ao meio), na altura dos mamilos. Tente visualizar o corpo estranho e retirá-lo da boca delicadamente. Se não conseguir, repita as compressões até a chegada a um serviço de emergência (pronto socorro ou hospital).

Esses procedimentos são válidos somente se a criança ou o adulto engasgado estiverem conscientes. Vítimas inconscientes precisam de atendimento hospitalar rapidamente. Os primeiros socorros para asfixia ou engasgo devem ser tomados até que seja possível o atendimento especializado. 

Mais conteúdo sobre

Polícia