Brasileiro é preso, suspeito de matar ex-cabeleireiro de Cristiano Ronaldo

Atualizado

O cabeleireiro português Ricardo Marques Ferreira, de 49 anos, que já trabalhou para o craque português Cristiano Ronaldo, foi encontrado morto em um quarto de hotel em Zurique, na Suíça, com várias facadas no rosto.  Segundo o jornal português, Diário de Notícias, o suspeito é um brasileiro de 39 anos, que foi preso pela polícia suíça. Ele foi detido no último sábado e sua identidade não foi divulgada.

Leia também:

O corpo de Ferreira foi encontrado por uma camareira na sexta-feira (1). O cabeleireiro e maquiador vivia em Zurique desde 2017 e deixou dois filhos adultos. Além do jogador do Juventus, ele também atendia atrizes e modelos famosas.

(Com informações do Estadão Conteúdo)

Mais conteúdo sobre

Polícia