Cadela Meggie é resgatada após denúncia de maus-tratos no Córrego Grande, em Florianópolis

Atualizado

Uma cadela vítima de maus-tratos foi resgatada pela Dibea (Diretoria do Bem-estar Animal), no último sábado (22), em uma casa no bairro Córrego Grande, em Florianópolis. O responsável não estava na residência, mas será multado e denunciado pelo crime.

Meggie foi resgatada com sinais de maus-tratos – Reprodução/Prefeitura de Florianópolis

O resgate da cadela Meggie se deu por meio de denúncia anônima nas redes sociais. A equipe da Dieba foi ao local acompanhada da Guarda Municipal.

Segundo a Diretora do órgão, Fabrícia Costa, o animal apresentava sinais de desnutrição e lesões. Meggie ficará sob os cuidados de veterinários na sede do Bem-Estar Animal. Após a recuperação, a cadela estará disponível para doação.

O órgão já resgatou 138 animais vítimas de maus-tratos entre janeiro e maio deste ano, em Florianópolis.

Como denunciar

Em caso de flagrante ou emergência de animais em risco, a testemunha deve ligar para a Polícia Militar através do 190 e aguardar no local ou em um ponto longe do crime.

A denúncia também pode ser feita em qualquer delegacia por meio de registro de Boletim de Ocorrência que pode ser tanto presencial quanto online. A Polícia Civil também conta com o Disque Denúncia pelo número 181. O denunciante deve levar o BO até a sede da Dibea, na SC-401.

Meggie foi resgatada com sinais de maus-tratos – Reprodução/Prefeitura de Florianópolis

Meggie foi resgatada com sinais de maus-tratos – Reprodução/Prefeitura de Florianópolis

Mais conteúdo sobre

Geral