Câmara de Vereadores aprova projeto que proíbe uso de agrotóxicos em Florianópolis

Atualizado

A Câmara de Vereadores de Florianópolis aprovou, em primeira votação, o projeto de lei que proíbe a produção, comercialização e uso de agrotóxicos no município. A proposta foi aceita por unanimidade entre os 17 vereadores presentes na sessão desta quarta-feira (18).

Câmara de Vereadores de Florianópolis aprova projeto que proíbe uso de agrotóxicos- Anderson Coelho/ND

O projeto ainda depende de nova aprovação no Plenário e depois segue para a sanção do prefeito Gean Loureiro. A segunda votação será na segunda-feira (23).

O projeto de lei define como Zona Livre de Agrotóxico a produção agrícola, pecuária, extrativista e as práticas de manejo dos recursos naturais na Capital. O autor do projeto, o vereador Marquito (PSOL) destacou que a intenção é fomentar o desenvolvimento dos setores econômicos voltados para a produção e a comercialização de produtos agroecológicos e orgânicos, contribuindo para a segurança alimentar e nutricional.

Leia também

O fato de Florianópolis não contar com um setor de produção agrícola economicamente representativo facilitou o trâmite do projeto sem que houvesse uma oposição de setores ligados à atividade. O último Censo Agropecuário, de 2017, identificou 208 estabelecimentos rurais na cidade, dos quais quatro declararam usar agrotóxicos em suas produções.

Política