Câmara Municipal de São José devolve R$ 8,6 milhões à prefeitura

Atualizado

A Câmara Municipal de São José devolveu à prefeitura local um pouco mais de R$ 8,6 milhões entre janeiro e novembro deste ano. A expectativa é de que até o final do ano o recurso alcance a cifra de R$ 10 milhões, segundo o presidente Michel Schlemper.

De acordo com ele, a economia relacionada ao orçamento de 2019 (R$ 25,5 milhões) da Câmara de São José foi possível devido à austeridade financeira. “A Câmara abriu mão de alguns desejos, como ter a sede própria. Nesse momento não é possível, então optamos por antecipar a devolução do recurso”, afirma.

O vereador aponta também o número reduzido de assessores. Atualmente, os 19 vereadores josefenses têm direito a três assessores de gabinete, cada um. O rodízio para o uso de veículos é outro gerador de economia, segundo Schlemper. A Câmara de Vereadores tem nove automóveis.

A economia no legislativo de São José vem ocorrendo desde 2012, segundo o presidente. Desde então, foram devolvidos ao executivo municipal mais de R$ 49,3 milhões.

O recurso devolvido antecipadamente à prefeitura foi aplicado em diversas áreas do município, de esporte à saúde, de infraestrutura à segurança. Em novembro foram transferidos R$ 2 milhões para a realização de exames laboratoriais e compra de medicamentos. Em maio, R$ 2,8 milhões foram utilizados pela prefeitura para a manutenção, reforma e ampliação de praças.

Política