Candidato ao governo de SP é vítima de ataque a tiros

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O candidato ao governo de São Paulo Major Adriano da Costa e Silva (DC), 41, foi vítima de um ataque a tiros por volta das 22h desta quarta-feira (3) na estrada Cooperativa, altura do número 1, em Mauá, no ABC paulista.

O motorista dele, capitão Munhoz, foi baleado no peito, mas usava colete à prova de balas. Por meio de uma rede social, a assessoria afirmou que ele “se encontra fora de perigo” e com “leves escoriações”. O capitão também passa bem, segundo confirmou a Polícia Militar.

Major Costa e Silva sofreu atentado na noite desta quarta-feira - Divulgação/DC/ND
Major Costa e Silva sofreu atentado na noite desta quarta-feira – Divulgação/DC/ND

A PM disse que duas motocicletas, cada uma com dois suspeitos, emparelharam com o carro do militar do Exército, um Chevrolet Prisma preto, e atiraram contra o interior do veículo. Em razão disso, o condutor perdeu o controle do carro, que caiu em uma ribanceira.

Segundo imagens, o carro teve o para-brisa do lado esquerdo trincado, por conta de um disparo, o capô foi arrancado com o impacto da queda e os airbags do veículo também foram acionados.

“O Major Costa e Silva e o capitão Munhoz se encontram fora de perigo, sob proteção da polícia em um hospital, com leves escoriações. O major precisou efetuar disparos para a garantia de suas vidas, mas não atingiu os criminosos [que fugiram]”, afirma um trecho de informe divulgado nas redes sociais.

Tanto Costa e Silva como Munhoz foram levados para o hospital Santa Helena, em Santo André, de acordo com a assessoria do local.

Segundo pesquisa Ibope divulgada nesta quarta, Major Costa e Silva tinha 3% das intenções de voto na disputa ao governo de São Paulo —que é liderada por João Doria (PSDB), com 24%, e Paulo Skaf (MDB), com 21%.

O partido Democracia Cristã, do Major Costa e Silva, lançou a candidatura de José Maria Eymael para a Presidência da República.

OUTRO CASO

Em Roraima, o candidato a deputado estadual e ex-policial militar Deyvid Duarte (PMB) foi baleado na barriga ao entrar em sua casa na capital Boa Vista na noite desta quarta.

Mais conteúdo sobre

Geral

Candidato ao governo de SP, Major Costa e Silva é vítima de ataque a tiros

Atualizado

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O candidato ao governo de São Paulo Major Adriano da Costa e Silva (DC), 41, foi vítima de um ataque a tiros por volta das 22h desta quarta-feira (3) na estrada Cooperativa, altura do número 1, em Mauá, no ABC paulista.

O motorista dele, capitão Munhoz, foi baleado no peito, mas usava colete à prova de balas. Por meio de uma rede social, a assessoria afirmou que ele “se encontra fora de perigo” e com “leves escoriações”. O capitão também passa bem, segundo confirmou a Polícia Militar.

A PM disse que duas motocicletas, cada uma com dois suspeitos, emparelharam com o carro do militar do Exército, um Chevrolet Prisma preto, e atiraram contra o interior do veículo. Em razão disso, o condutor perdeu o controle do carro, que caiu em uma ribanceira.

Segundo imagens, o carro teve o para-brisa do lado esquerdo trincado, por conta de um disparo, o capô foi arrancado com o impacto da queda e os airbags do veículo também foram acionados.

“O Major Costa e Silva e o capitão Munhoz se encontram fora de perigo, sob proteção da polícia em um hospital, com leves escoriações. O major precisou efetuar disparos para a garantia de suas vidas, mas não atingiu os criminosos [que fugiram]”, afirma um trecho de informe divulgado nas redes sociais.

Tanto Costa e Silva como Munhoz foram levados para o hospital Santa Helena, em Santo André, de acordo com a assessoria do local.

Segundo pesquisa Ibope divulgada nesta quarta, Major Costa e Silva tinha 3% das intenções de voto na disputa ao governo de São Paulo —que é liderada por João Doria (PSDB), com 24%, e Paulo Skaf (MDB), com 21%.

O partido Democracia Cristã, do Major Costa e Silva, lançou a candidatura de José Maria Eymael para a Presidência da República.

OUTRO CASO

Em Roraima, o candidato a deputado estadual e ex-policial militar Deyvid Duarte (PMB) foi baleado na barriga ao entrar em sua casa na capital Boa Vista na noite desta quarta.

Mais conteúdo sobre

Jornalismo

Nenhum conteúdo encontrado