Candidatos correm para fechar apoios no segundo turno em Florianópolis

Concretizado o resultado em Florianópolis, no domingo, os candidatos Angela Amin (PP) e Gean Loureiro (PMDB) não perderam tempo e começaram a articular apoios para o segunso turno. Ambos procuraram os demais concorrentes para cumprimentá-los pela participação e já emendaram pedidos de alianças. Até o fim desta semana, o desfecho deve ser consolidado.   

Terceiro colocado, Elson Pereira (PSOL) conquistou 51.106 (20,60%) votos e essa parcela expressiva tem sido bastante cobiçada pelos disputantes nessa etapa. Tanto Angela quanto Gean ligaram para psolista horas depois da divulgação do resultado. Em 2012, o candidato e o partido liberaram seu eleitorado a decidir entre o atual prefeito Cesar Souza Júnior (PSD) e Gean Loureiro, que disputaram o segundo turno. A tendência é adotar a mesma postura.  

Gean Loureiro e Angela Amin vão para o segundo turno em Florianópólis - Divulgação/ND
Gean Loureiro e Angela Amin vão para o segundo turno em Florianópólis – Divulgação/ND

A deputada federal Angela Albino (PCdoB), que amargou o quinto lugar na disputa com 10.581 sufrágios, também é procurada pelos candidatos. Segundo ela, o partido deve bater o martelo se apoiará ou não um dos nomes no segundo turno até a metade da semana que vem. Em 2012, quando a comunista foi a terceira colocada na corrida e recebeu 60.073 (25%) votos, o PCdoB decidiu apoiar Gean Loureiro no segundo turno.

“A priori, o partido não tem afinidade com nenhum partidos dos dois candidatos”, comentou. Na eleição passada, Angela disse que a escolha pelo peemedebista foi justificada pela sigla como “disposição de forças políticas”.

Murilo Flores, que disputou o cargo de prefeito pela legenda e ficou em quarto lugar na disputa, com 22.809 votos, decidiu não manifestar apoio no segundo turno, mas irá seguir a orientação partidária. O PSB deve ter uma posição sobre o assunto ainda nesta quinta-feira.  A inclinação é de apoio a Angela Amin.

Além de buscar apoios, a estratégia do PP para convencer o cidadão que se absteve, anulou ou votou em branco, será a intensificação da exposição do plano de governo durante o horário gratuito na TV e no rádio. A propaganda política para essa etapa deve começar na próxima terça-feira (11). “Com o tempo de TV que temos agora, o povo verá nossas propostas. Sabíamos que iríamos pagar preço pela coligação enxuta”, disse o presidente municipal da sigla, João Amin.

Ao todo, 68.168 de cidadãos não escolheram nenhum dos nomes disputantes à Prefeitura no primeiro turno da corrida eleitoral em Florianópolis. O número, que representa a soma de abstenções, votos brancos e nulos, é maior que a votação da candidata Angela, que recebeu 60.959 (24,57%) votos. Loureiro despontou no primeiro turno com 100. 214 (40,39%) votos.  

Gean Loureiro sabe bem da importância dos apoios no segundo turno, mas destacou que “o eleitor é soberano na sua decisão do voto”. “O que queremos buscar dos outros candidatos são as ideias que conquistaram boa parte da população. É a oportunidade de conversar, debater e acrescentar as boas propostas para o nosso plano de governo. Esses candidatos, que querem um novo modelo de gestão para a cidade, serão bem-vindos.”

Angela e Gean estreiam no horário eleitoral gratuito na TV e no rádio para a campanha do segundo turno na próxima terça-feira (11). Desta vez, o tempo de exibição será dividido entre os dois candidatos de forma igualitária. 

Política