Casan perfura poço em ponto histórico de Chapecó

Atualizado

Nesta semana, a Casan (Companhia Catarinense de Águas e Saneamento) colocou em operação um poço artesiano histórico em Chapecó, no Oeste de Santa Catarina.

Poço foi perfurado a 102 metros de profundidade – Foto: Casan/Reprodução/ND

Perfurado no Distrito de Marechal Bormann, o poço amplia o abastecimento para 735 famílias que vivem no local. Na comunidade nasceu Chapecó, quando o então capitão Bernardino Bormann instalou em 1882 uma Colônia Militar que deu origem à cidade.

 O novo poço foi perfurado a 102 metros de profundidade, extraindo água do Aquífero Serra Geral, importante fonte de água subterrânea do Oeste de Santa Catarina.

 A operação em Marechal Bormann por cinco dias contou com mais de 10 técnicos e maquinário especial. O trabalho foi realizado com auxílio de uma empresa especializada em poços profundos. Segundo a Casan, o investimento foi de R$ 120 mil.

Leia também:

Unidade amplia o abastecimento para 735 famílias que vivem no local – Foto: Casan/Reprodução/ND

Os testes de laboratório confirmaram a excelente qualidade dos 20 mil litros por hora que agora triplicam o abastecimento à histórica comunidade, localizada a 12 quilômetros da sede do município.

 “Os sistemas de abastecimento fazem parte da nossa rotina, mas situações especiais como essa assumem outro significado ao corpo técnico da empresa”, diz o superintendente Regional da CASAN no Oeste, engenheiro Daniel Scharf.

“O Distrito é um símbolo no desenvolvimento da região, pois demarca o nascimento da Capital do Oeste”.

Mais conteúdo sobre

Meio Ambiente