Catarinenses deverão gastar 4% a menos com a Páscoa neste ano

Pesquisa indica que a intenção de gasto do consumidor é de R$ 151,7 durante o feriado

Uma pesquisa sobre a tendência de consumo do consumidor catarinense para a Páscoa deste ano aponta uma recessão de 4,1% em comparação ao mesmo período do ano passado. 

O levantamento foi encomendado pela Fecomércio (Federação do Comércio de Santa Catarina) e pela FCDL (Federação das Câmaras de Dirigentes Logistas) com o objetivo de traçar o perfil do consumidor no Estado. Segundo a pesquisa, o catarinense tem a intenção de gastar R$ 151,7 durante o feriado deste ano.

Para as entidades, a queda está vinculada a outro dado levantado: 41,7% das famílias acreditam que estão em situação pior que o ano passado, enquanto que 34,2% alegam estar igual. Apenas 24% disseram que a situação melhorou. 

Marco Santiago/ND

Os ovos de chocolate são os produtos mais procurados durante o período

“O orçamento apertado e as incertezas fazem com que o consumidor seja mais econômico nas compras, motivo pelo qual os empresários precisam apostar em estratégias e promoções para oferecer preços atrativos”, alerta Bruno Breithaupt, presidente da Fecomércio.

O presidente da Federação das CDLs de Santa Catarina, Ivan Tauffer, também credita outros motivos à redução do consumo durante o período. “O desemprego e as recentes despesas com a volta às aulas também comprometeram o orçamento das famílias. Já estamos, entretanto, um pouco mais esperançosos com o dia das mães”, acrescenta.

Conforme o levantamento, os catarinenses recorrerão à pesquisa de preço (67,7% das respostas) em busca de opções mais vantajosas. Os supermercados serão a opção da maioria (59,7%), seguido pelo comércio de rua (28,3%). Entre os itens mais procurados estão chocolate (92,0%), confecções e calçados (5,4%) e brinquedos (1,6%). Os ovos (47,2%) e chocolates variados (44,4%), como barras e caixas, serão os mais comprados na data.

O levantamento aponta que a maioria dos consumidores fará suas compras à vista. A opção em dinheiro foi a mais lembrada (76,0%), seguida pelo cartão de crédito parcelado (9,1%) e à vista (6,8%).

A pesquisa foi realizada com consumidores de Blumenau, Chapecó, Criciúma, Florianópolis, Joinville, Lages e Itajaí para orientar os empresários do setor e revelar as principais tendências de consumo.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Notícias

Loading...