Ceasa termina o trimestre com queda nos preços para o consumidor

O primeiro trimestre de 2017 terminou com crescimento nas vendas e queda nos preços para o consumidor da Ceasa (Centrais de Abastecimento do Estado de Santa Catarina). Nos primeiros três meses deste ano, o valor médio dos alimentos ficou em R$ 1,64 por quilo, enquanto em 2016 o preço era de R$ 2,03 por quilo. A movimentação financeira da Ceasa/SC chegou a R$ 157 milhões no acumulado de janeiro a março, com a comercialização de aproximadamente 95,8 mil toneladas de hortifrutigranjeiros.

Área da Ceasa, que fica às margens da BR-101, em São José, tem 111 mil metros quadrados - Daniel Queiroz/ND
A movimentação na Ceasa chegou aos R$ 157 milhões – Daniel Queiroz/ND

O preço dos hortifruti apresentou queda de 19,5%, se comparado com o mesmo período de 2016. Produtos como batata inglesa, cebola, tomate, cenoura, maçã, melancia e mamão foram até 62,2% mais baratos do que no primeiro trimestre do último ano. 

A queda nos preços é explicada pelos fatores climáticos e pela super safra em alguns produtos. Com preços mais atrativos, o diretor presidente da Ceasa/SC, Agostinho Pauli, espera atrair novos consumidores. “A Ceasa continuará a atrair novos produtores rurais para equilibrar os preços gerando recursos financeiros justos tanto para o setor rural quanto para o mercado consumidor, haja vista que nossos produtos são até 17,49% mais baratos e com qualidade equivalente aos produtos de outros estados”.

 

Mais conteúdo sobre

Região