Centro de Zoonoses de Florianópolis alerta para presença de escorpiões amarelos em Canasvieiras

A picada dessa espécie de escorpião pode causar acidentes graves, podendo até ser fatal

O Centro de Controle de Zoonoses alerta os moradores de Canasvieiras, Norte da Ilha, em Florianópolis, sobre a presença de escorpiões amarelos da espécie Tityus trivitattus no bairro. A espécie pode causar acidentes graves, principalmente em crianças menores de dez anos e idosos, tendo ocorrido casos fatais na Argentina, onde ela ocorre com mais frequência. A Prefeitura de Florianópolis pede que os moradores do bairro deixem as equipes de controle de zoonoses entrar nos condomínios e terrenos para a coleta e eliminação do artrópode. 

Divulgação/PMF/ND

Para matá-los é preciso esmagá-los ou colocá-los submersos em álcool

Os escorpiões têm sido encontrados frequentemente e já houve notificação de acidente pelo animal na região. As ações na localidade de Canasvieiras se estenderão até que seja realizada busca ativa em toda a área atingida. Os agentes fazem a coleta, eliminam o escorpião e orientam para limpeza do terreno, a fim de evitar que haja novas ocorrências.

Tityus trivitattus é uma espécie de escorpião amarelo que apresenta distribuição geográfica no norte da Argentina, Paraguai e Brasil, no Mato Grosso do Sul e no oeste do Paraná e de São Paulo. É considerada uma espécie com grande importância para a saúde pública por causa dos efeitos de seu veneno.

Esses artrópodes têm preferência por ambientes escuros e úmidos, normalmente habitando áreas com essas características, com pouca movimentação de pessoas e de materiais. Alimentam-se de pequenos insetos, principalmente baratas. Esses animais não podem ser atingidos por desinsetização, pois podem permanecer em abrigos como frestas de paredes e buracos de tijolos, sendo capazes de ficar sem se movimentar e sem respirar por longos períodos.

Para sua eliminação é preciso esmagá-los ou colocá-los submersos em álcool. O uso de controle químico não é recomentado também porque pode desalojar os escorpiões para locais nos quais não há ação desses produtos, aumentando o risco de acidentes.

Como controlar sua presença

– Manter limpos quintais e jardins, não permitindo o acúmulo de folhas secas e lixo domiciliar;

– Desinsetização dos ambientes para que haja diminuição do acesso ao alimento;

– Evitar a formação de ambientes favoráveis ao abrigo de escorpiões, adequando superfícies sem revestimento, eliminando frestas, vãos, rebaixo de calçadas, entre outros;

– Movimentar periodicamente depósitos de materiais de construção, entulho e lenha armazenados, evitando o seu acúmulo exagerado e/ou desnecessário;

– Evitar queimadas em terrenos, pois desaloja os escorpiões fazendo com que eles procurem abrigo dentro das residências;

– Remover folhagens, arbustos e trepadeiras junto às paredes e muros;

– Manter fossas e caixas de gordura bem vedadas para evitar a passagem de baratas e escorpiões;

– Vedar soleiras e portas com rolos de areia ou rodos de borracha rentes ao chão;

– Manter pontos de energia, telefone e televisão a cabo devidamente vedados;

– Dentro das residências e estabelecimentos comerciais, telar aberturas de ralos, pias e tanques, bem como aberturas de ventilação.

 

Prevenção de acidentes

– Sempre que houver a retirada de depósitos de materiais de construção ou entulhos e limpeza de locais de pouco trânsito de pessoas, os trabalhadores devem ser orientados quanto ao uso de equipamento de proteção individual – luvas de raspa de couro ou de vaqueta e sapatos fechados;

– Observar sapatos antes de calça-los, observar roupas, roupas de cama e toalhas antes da sua utilização.

O que fazer em caso de picada

Em caso de picada, lavar a área com água e sabão, somente, e procurar auxílio médico imediato informando a espécie causadora do acidente ou levando exemplar causador do acidente.

O Centro de Informações Toxicológicas – CIT, localizado no Hospital Universitário – HU, é o centro de referência em acidentes por animais peçonhentos, sendo o local mais indicado atender a esse tipo de ocorrência.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Notícias

Loading...