Chapecó leva água para 20 comunidades do interior devido à estiagem

Atualizado

Há meses a falta de chuva castiga a região Oeste de Santa Catarina, o que compromete a rotina no campo e a qualidade de vida no interior. Produtores rurais já sem os prejuízos por conta da estiagem.

Para garantir abastecimento ao consumo humano no interior, dois caminhões-pipa distribuem água nas comunidades – Foto: Ascom/ND

Em Chapecó, os moradores do campo sentem os efeitos da estiagem nas atividades produtivas de lavouras, produção animal, oferta de água nas fontes, açudes e até mesmo, nos poços profundos. 

O município está em Situação de Emergência desde o dia 29 de janeiro de 2020. O Decreto do Prefeito de Chapecó Luciano Buligon tem vigência de 180 dias.

Leia também:

Para garantir água ao consumo humano no interior, dois caminhões-pipa da Secretaria de Infraestrutura Urbana circulam diariamente pelas comunidades, atendendo a um cronograma organizado por demandas e prioridades.

Cada caminhão tem capacidade para oito mil litros. O último relatório de abastecimento de água no interior para o consumo humano contabilizou que 200 mil litros chegaram a 20 comunidades de Chapecó, no período de 18 a 24 de março. 

Entre as comunidades abastecidas estão:

Comunidades atendidas – Foto: Arte/ND

A Secretaria de Infraestrutura Urbana atende em plantão as demandas de manutenção de abastecimento de água no interior devido ao coronavírus. 

“As demandas são atendidas por ordem de cadastro, mas também por prioridade, já que vivemos um período atípico, de situação de emergência em saúde pública e também falta de chuva”, explicou o secretário da pasta,  Max Well de Lima Ramos. 

Mais conteúdo sobre

Tempo