Chuva causa estragos e alagamentos em Guaramirim e Jaraguá do Sul

Atualizado

A forte chuva que castigou a região Norte do Estado neste domingo (3) causou estragos em Jaraguá do Sul e Guaramirim. Casas, ruas, escolas e comércios ficaram alagados após o temporal registrado nos municípios durante a noite.

Após deslizamento, terra destruiu a parede de uma casa em Jaraguá do Sul – Foto: Maikon Costa/RICTV

Segundo um balanço divulgado pela prefeitura de Jaraguá do Sul, em pouco mais de uma hora choveu cerca de 50mm, quantidade prevista para 20 dias. Além dos alagamentos, em alguns pontos da cidade houve deslizamento de terra.

Um dos pontos foi a casa de Juliana Martins de Oliveira. No local, a terra destruiu a parede de madeira do imóvel e avançou cerca de um metro e meio na sala.

“Nós estávamos deitados quando ouvimos um barulho. Até achamos que fosse algum bandido, porém, quando chegamos na cozinha, era terra por todo o lado”, conta.

Por conta dos riscos, o local foi interditado pela Defesa Civil. Ao todo, a cidade registrou 10 pontos de alagamento, três quedas de muro e quatro áreas com risco de deslizamento de terra.

Duas escolas tiveram as aulas suspensas durante a manhã – Foto: Jonathan Rocha/RICTV

Em Guaramirim, escolas tiveram aulas canceladas

Em Guaramirim, a tempestade também causou estragos. Segundo a Defesa Civil, em três horas choveu cerca de 75 mm no município. As regiões mais afetadas foram o Centro e o bairro Nova Esperança.

Além disso, as aulas de duas escolas foram canceladas durante a manhã. Funcionários aproveitaram para limpar salas e refeitórios, principais áreas atingidas pelos temporais. Durante a tarde, o serviço foi normalizado.

Nos próximos dias, uma geóloga deve elaborar um relatório detalhando sobre a situação na região. A Defesa Civil de ambas as cidades vai monitorar as áreas de risco durante 15 dias.

Defesa Civil alerta para riscos de temporais no Estado

A Defesa Civil emitiu um alerta sobre a possibilidade de grande quantidade de chuva em todo o Estado nesta segunda e terça-feira (5). Além disso, há chances de raios, queda de granizos e rajadas de vento.

No Extremo Oeste, Oeste, Meio Oeste, Planalto Sul e Litoral Sul esperam-se um acumulado de chuva acima de 70 mm. Nas áreas situadas no Oeste do Estado, há a possibilidade de tempestades severas.

Para se proteger de acidentes, o órgão orienta que a população se abrigue em locais longe de árvores, placas, postes de energia e outros objetos que possam ser arremessados. Além disso, em casa, a recomendação é que as pessoas fiquem longe das janelas e desligue os aparelhos eletrônicos.

Leia também:

Tempo