Chuva com mais de 12 horas de duração provoca estragos em Joinville

Precipitação média no período atingiu 115 mm. Houve registro de quedas de muros, deslizamentos e alagamentos

Fabrício Porto/ND

No bairro Jarivatuba, encosta cedeu na rua Aquino Morbis
Fabrício Porto/ND

Muro cedeu na rua Nossa Senhora Aparecida, no bairro Boa Vista

A chuva intensa que caiu no litoral Norte catarinense provocou deslizamentos e pontos isolados de alagamento em Joinville. De acordo com a Defesa Civil, o volume de chuva registrada na cidade entre a noite de quarta-feira e manhã desta quinta-feira (26/4/12) chegou a 115 mm. “Temos pontos isolados de alagamento nos bairros Floresta, Itinga, Iririú e Jarivatuba. Também existe um ponto de deslizamento na rua Paulo Schossland, no Nova Brasília. Estamos monitorando outros locais”, explicou o coordenador da Defesa Civil, José Carlos Borba Junior.
Entre os pontos de alagamento registrados até o final da manhã estavam a rua Bahia, lateral da Rio Grande do Sul, no bairro Anita Garibaldi, a rua Timbó, no Centro, a rua Augusto Schmidt, no Floresta, e a rua Cidade de Luziana, no bairro Itinga. Segundo o coordenador da Defesa Civil, os rios estavam cheios, mas o risco de transbordamento era pequeno porque a maré estava baixa.

No bairro Boa Vista, caiu o muro de uma casa localizada no topo de um  morro na rua Nossa Senhora Aparecida. A estrutura foi construída junto ao barranco e cedeu por volta das 4h. “Foram os vizinhos que escutaram. O muro caiu em cima do poste da rua e levou toda fiação da casa aqui do lado, que alugamos. Levou o encaibramento e o telhado, destruiu tudo”, diz o dono do imóvel, Paulo Ricardo Silveira, 38. Esta é a primeira vez, de acordo com ele, que algo semelhante acontece no local.

No bairro Jarivatuba, na rua Aquino Morbis, a dona de casa Arlete do Rocio Lopes de Oliveira, 40 anos, alerta para o barranco que deslizou perto da sua casa. Conforme a moradora, vizinhos teriam retirado barro há cerca de 20 dias para construir uma barreira de contenção, mas até agora não resolveram o problema. Ela tem medo que os seis filhos, o menor com seis anos de idade, saiam de casa e caiam dentro do buraco. “Tenho que deixar meu portão fechado porque tenho medo pelos meus filhos; medo que este barranco venha abaixo.”
Os bombeiros voluntários de Joinville foram chamados para retirar uma árvore que caiu na rua Eugênio Moreira, no bairro Anita Garibaldi. A equipe utilizou uma motosserra para cortar os galhos da planta e removê-la de metade da pista.

Leia a matéria completa na edição de sexta-feira (27/4/12) do jornal Notícias do Dia de Joinville.

Acesse e receba notícias de Joinville e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Notícias