Cinco hospitais são referência para tratamento de coronavírus em SC

Atualizado

Cinco hospitais são tratados como referência em Santa Catarina para atendimento contra o novo coronavírus. Além disso, o governo de Santa Catarina pretende integrar mais 713 novos leitos até o fim de maio. Estes anúncios foram feitos durante a coletiva do Governo do Estado, no início da noite desta segunda-feita (30).

O Hospital Florianópolis será uma das unidades hospitalares de referência para o novo coronavírus – Foto: Reprodução/Secom/ND

Na mesma coletiva, foi confirmado que o número de casos do novo coronavírus em Santa Catarina aumentou para 219. Entre eles, 20 estão em tratamento intensivo e precisando de ventilação forçada. A ideia é que cada região do Estado possua um hospital referência para o tratamento.

Confira as unidades de referência:

  • Em Florianópolis, será o Hospital Florianópolis, no bairro Estreito;
  • No Sul, será o Hospital Regional Afonso Guizzo, em Araranguá;
  • No Extremo Oeste, será o Hospital Regional Terezinha Gaio Basso, em São Miguel do Oeste;
  • Na Serra, será o Hospital e Maternidade Tereza Ramos, em Lages; e
  • no Norte do Estado, será o Hospital Municipal São José, em Joinville

Novos equipamentos e leitos de UTIs

Além disso, o secretário de Estado de Saúde, Helton de Souza Zeferino, disse que foram recebidos 135 mil máscaras, 600 óculos, 72 fracos de álcool gel, 270 caixas de luva e 12.300 aventais do Governo Federal.

A expectativa da Secretaria de Estado da Saúde é que sejam entregues, até o dia 7 de abril, os 300 novos ventiladores que o governo do Estado conseguiu comprar.

Leia também: 

Antes da pandemia de coronavírus chegar em Santa Catarina, haviam 801 leitos de UTIs disponíveis em todo o Estado. Conforme Zeferino, a ideia é implantar mais 713 novos leitos para o tratamento intensivo até o fim do mês de maio.

Mais conteúdo sobre

Saúde