Com ao menos 357 mortos, chuvas mantêm regiões isoladas na Índia

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Após uma das piores inundações da história do país, o governo da Índia informou neste domingo (19) que o número de vítimas no estado de Kerala subiu para 357.

As chuvas são comuns durante a estação das monções, mas as fortes tempestades deste ano provocaram deslizamentos de terra e inundações que deixaram ao menos 868 pessoas mortas em sete estados indianos, de acordo com o Ministério do Interior. Além disso, cerca de 353 mil pessoas tiveram que deixar suas casas e estão abrigadas em acampamentos.

Apesar do esforço de agentes das Forças Armadas, que patrulham a área, o difícil acesso à região tem deixado algumas zonas isoladas.

O governo da Índia estima um prejuízo de US$ 3 bilhões (cerca de R$ 11,74 bilhões).

Apesar do esforço de agentes das Forças Armadas, que patrulham a área, o difícil acesso à região tem deixado algumas zonas isoladas - MANJUNATH KIRAN / AFP
Apesar do esforço de agentes das Forças Armadas, que patrulham a área, o difícil acesso à região tem deixado algumas zonas isoladas – MANJUNATH KIRAN / AFP

Mais conteúdo sobre

Mundo