Com o FGTS de R$ 998 liberado, saiba quando vai cair na conta

Atualizado

Agora que o presidente Jair Bolsonaro sancionou a Medida Provisória 889/19, que entre outros itens aumenta o valor do saque do FGTS, restam algumas dúvidas para o trabalhador. Conforme o texto sancionado, o valor que até então era de R$ 500, passou para R$ 998, correspondente ao salário mínimo atual. No entanto, é possível saber se já está valendo? E quem já retirou ou vem retirando desde julho deste ano os R$ 500?

A boa notícia para o trabalhador é que a lei contempla estes e outros casos. São eles:

  • Quem já retirou R$ 500, mas tinha o saldo de até R$ 998 em cada conta, agora poderá retirar o valor restante (até R$ 498). Para o trabalhador com mais de R$ 998 na conta, o limite de saque por conta segue R$ 500.
  • A medida já está valendo, porém, ainda não será possível sacar o novo valor. A Caixa Econômica precisa reorganizar o cronograma e adaptá-lo à nova realidade.
  • Um detalhe importante é que só tem direito ao novo saque aqueles que já tinham o valor em conta antes do dia 24 de julho deste ano, data da edição da Medida Provisória.
  • Quando o dinheiro cai na conta, afinal?

De acordo com o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, a liberação do novo valor deve ocorrer, no máximo, até o Natal.

“A medida vai beneficiar 10 milhões de brasileiros. Além disso, vai injetar R$ 2,5 bilhões na economia. A Caixa Econômica Federal já estava preparada para isso”, explicou Guimarães.

Leia também:

Economia