Com ventos de até 97km/h, Sul de Santa Catarina é atingido por tsunami meteorológico

Atualizado

Duas pessoas foram retiradas do mar em Balneário Rincão, no Sul de Santa Catarina, depois que uma onda levou o carro onde estavam, na Barra do Torneiro. Toda a região sofre, neste domingo (16), com uma forte chuva e ventos de até 97km/h, de acordo com informações da Defesa Civil do Estado, que acredita que os municípios tenham sido atingidos por um fenômeno chamado tsunami meteorológico. Em Araranguá, município vizinho, vários veículos que estavam estacionados na Beira-Mar foram atingidos pela força do vento e da água. Em Tubarão, uma criança morreu atingida por uma árvore. 

Duas pessoas foram retiradas do mar, em Balneário Rincão - Karol Pacheco/Divulgação/ND
Duas pessoas foram retiradas do mar, em Balneário Rincão – Karol Pacheco/Divulgação/ND

>> Entenda o que é um tsunami meteorológico

Equipes de mergulho foram acionadas para fazer as buscas e retirar as duas pessoas do mar em Balneário Rincão. O carro precisou ser retirado com a ajuda de uma retroescavadeira. 

Em Criciúma, casas foram atingidas e árvores caíram. Em Tubarão, a situação é semelhante aos outros municípios. O prefeito eleito da cidade, Joares Ponticelli, postou em sua conta no Facebook fotos de árvores caídas próximo à ponte Dilneil Cabral. “Acabamosd e viver uma tarde assustadora na nossa Tubarão. Rajadas de vento e chuva como eu nunca vi”, escreveu. 

Comunidade acompanha o resgate no mar, Balneário Rincão - Karol Pacheco/Divulgação/ND
Comunidade acompanha o resgate no mar, Balneário Rincão – Karol Pacheco/Divulgação/ND

Criança morre em Tubarão e dois homens estão desaparecidos

A região da Tubarão foi a mais atingida. Conforme informações preliminares do coordenador regional de Tubarão, Anderson Martins, uma criança morreu devido a queda de uma árvore em cima de um carro. Ainda, dois homens estão desaparecidos. Eles estavam em um pequeno barco no rio Tubarão. Uma Sala de Situação está sendo montada no Corpo de Bombeiros Militar de Tubarão. O secretário de Estado da Defesa Civil, Rodrigo Moratelli e quatro coordenadores regionais atuam na região para avaliar dos danos e prejuízos. O Corpo de Bombeiros está com a equipe no local avaliando a necessidade de para manter ou ampliar a mão de obra disponível para o atendimento do evento. A Defesa Civil Santa Catarina enviou um caminhão com 15 rolos de lona para Tubarão.

Mais de 70% da cidade de Tubarão está sem luz

A Celesc contabilizou, na noite deste domingo (16), 140 mil unidades consumidoras sem luz, entre Criciúma e Garopaba. A região de Tubarão é a mais afetada, com cerca de 70% da cidade sem luz. Dos 14 alimentadores que transportam a energia da principal subestação de Tubarão até a rede elétrica para os consumidores, dez estão fora de operação. Imbituba, Laguna, Garopaba e Braço do Norte também estão sem abastecimento. Em Araranguá e Criciúma o abatestecimento começa a voltar ao normal. No total, seis subestaçōes da Celesc foram atingidas pelo fenômeno desta tarde. 

Atenção para o Estado

A linha de instabilidade que atingiu a região Sul do Estado está se deslocando com intensidade para o Norte do Estado, entre o Planalto e Litoral, com risco de temporais nas próximas duas horas, com chuva intensa e raios, em áreas do Planalto Sul, Litoral Sul, Grande Florianópolis, Vale do Itajaí e Litoral Norte. 

Carreta tomba em Laguna

A PRF (Polícia Rodoviária Federal) confirmou que uma carreta tombou por causa do vento forte, na ponte Anita Garibaldi, em Laguna, por volta das 17h45 deste domingo. A pista da direita, sentido Sul da BR-101, está obstruída e o veículo só deve ser retirado nesta segunda. O motorista não ficou ferido. 

Tsunami meteorológico

A Defesa Civil de Santa Catarina acredita que o fenômeno que atingiu o Sul de Santa Catarina tenha sido um tsunami meteorológico, que acontece quando há o deslocamento de uma forte linha de instabilidade de baixa pressão, que pode provocar uma onda mais alta no mar. O mesmo fenômeno já aconteceu duas vezes na praia do Cassino, no rio Grande do Sul. 

Destruição em Tubarão - Joares Ponticelli/Facebook/Divulgação/ND
Destruição em Tubarão – Joares Ponticelli/Facebook/Divulgação/ND

Estado

Nenhum conteúdo encontrado