Confira os impactos da greve dos servidores de Florianópolis nesta quinta-feira

Atualizado

A Prefeitura de Florianópolis divulgou um balanço com a situação de alguns serviços municipais, na manhã desta quinta-feira (13), segundo dia de greve dos servidores.

Saúde

Segundo a secretaria de Saúde, somente a unidade do Novo Continente não realizou nenhum tipo de atendimento nesta manhã. Na unidade do Carianos as consultas médicas foram suspensas. Já nas demais unidades de saúde o atendimento não teve alterações.

A secretaria informou que na Policlínica do Centro apenas a farmácia esteve aberta, enquanto os demais serviços foram interrompidos. Desde quarta-feira (12) a UPA Sul realiza a triagem dos pacientes, mas vem atendendo apenas casos urgentes.

Farmácia da Policlínica do Centro esteve aberta pela manhã, mas teve os demais serviços interrompidos – PMF/Divulgação/ND

Educação

A secretaria Educação comunicou que oito escolas básicas de Florianópolis foram fechadas, sendo elas, a EBM Albertina Madalena Dias, EBM Brigadeiro Eduardo Gomes, EBM Donícia Maria da Costa, EBM Herondina Medeiros Zeferino, EBM Intendente Aricomedes da Silva, EBM José Amaro Cordeiro, EBM Costa da Lagoa e a EBM Osvaldo Galupo. Outras 12 escolas estão com atendimento parcial.

Entre os NEIMs (Núcleos de Educação Infantil) que não abriram as portas estão os da Caieira da Barra do Sul, João Machado da Silva, Vila Cachoeira e Irmã Scheilla. Os NEIMs vinculados às escolas EBM Albertina Madalena Dias, EBM Costa da Lagoa e EBM José Amaro Cordeiro também ficaram fechados. A secretaria informou, ainda, que 38 Núcleos estão funcionando parcialmente e 42 seguem com atendimento normal.

Assistência Social

A secretaria de Assistência Social informou que 6% dos servidores aderiram à greve. Todos os Centros de Convivência abriram normalmente, e sete dos dez Cras (Centros de Referência de Assistência Social) também funcionaram sem alterações.

O Cras Canasvieiras e o Cras Jardim Atlântico estiveram abertos pela manhã, porém não informaram se irão funcionar no período da tarde. O Cras Trindade ficou fechado pela manhã e funcionará a tarde. Os demais Cras e Centros de Convivência continuam com os serviços normais na parte da tarde.

Servidores decidiram pela paralisação em assembleia na tarde de terça-feira – Sintrasem/Divulgação

Outros serviços

O Pró-Cidadão esteve com atendimento normal em todas as unidades. A Comcap (Autarquia de Melhoramentos da Capital) e o transporte coletivo também funcionaram normalmente durante toda a manhã. No entanto, a Autarquia, responsável pela coleta de resíduos e limpeza pública em Florianópolis, não realizará a coleta de lixo na sexta-feira (14), pois irá aderir à paralisação nacional.

Leia também:

Nova negociação

Uma nova mesa de negociação está marcada entre a prefeitura e o Sintrasem (Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Florianópolis) para as 10h.

No período da tarde, às 13h30, o sindicato discutirá as propostas, decidindo ou não pela continuidade da greve.

Geral