Controle biológico pode ser arma contra a dengue em Joinville

Atualizado

A prevenção da dengue em Joinville, no Norte do Estado, poderá ter uma nova arma. Técnicos da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) farão uma videoconferência com uma equipe da Secretaria de Saúde para avaliar a possibilidade de a cidade fazer parte do projeto que tem como foco o controle biológico, ou seja, reduzir a capacidade de transmissão de doenças do Aedes aegypti.

O controle biológico já estava nos planos da secretaria desde o ano passado, como uma atividade complementar das ações de enfrentamento à doença. Esse método já está sendo adotado no Rio de Janeiro.

Neste método, os ovos dos mosquitos recebem, em laboratório, o microrganismo que limita a eficácia de transmissão de doenças. Quando são liberados, os mosquitos continuam com o microrganismo, assim como os descendentes.

Neste ano, Joinville já registrou 11 casos de dengue autóctone.

Leia também:

Motorista de aplicativo denuncia agressão e assalto em Joinville

Saúde