Coronavírus: Joinville fará coleta de exames apenas em casos mais graves

Atualizado

A Secretaria da Saúde de Joinville, no Norte do Estado, adotou novos critérios para classificar as pessoas com suspeita de coronavírus que procuram atendimento nas Unidades Básicas de Saúde ou Pronto Atendimentos. Agora, a nova recomendação sugere a coleta de exames apenas em pacientes com Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), ou seja, que estejam com dificuldades para respirar.

Nova recomendação sugere a coleta de exames apenas em pacientes que estejam com dificuldades de respirar – Foto: Pixabay/ND

Anteriormente, as amostras eram coletadas de pessoas que viajaram para qualquer país e apresentavam febre, além de pacientes que tiveram contato com casos suspeitos ou contato com pessoas diagnosticadas com o vírus. Agora, os pacientes com sintomas característicos da doença serão diagnosticados como casos de coronavírus e receberão atestado médico para quarentena em casa.

De acordo com a Secretaria de Saúde, os familiares dos pacientes também serão orientados em como proceder para evitar contaminação. Pessoas assintomáticas que convivem com pessoas sintomáticas devem procurar manter o distanciamento social, além de ter cuidados como higiene das mãos, etiqueta respiratória e a separação de utensílios de uso comum.

Segundo informação do Laboratório Central (Lacen) e da Diretoria Vigilância Epidemiológica (Dive) as amostras coletadas a partir de 20 de março que estiverem fora do atual critério não serão mais processadas.

Orientações de atendimento

De acordo com a Secretaria de Saúde é importante que as pessoas identifiquem o momento de buscar auxílio médico e onde procurar atendimento. Em casos de sintomas leves, como coriza, tosse, espirro, febre baixa e discreto mal-estar, o paciente deve permanecer em casa.

Já se os sintomas piorarem, com febre alta, a orientação é buscar uma unidade básica de saúde. Mas, em casos de sintomas severos, com coriza, tosse, febre alta e dificuldade de respirar, a orientação é procurar imediatamente um Pronto Atendimento, UPA ou a emergência de um hospital.

Leia também:

Além disso, desde segunda-feira (23), a Secretaria passou a oferecer um canal de atendimento telefônico com orientações sobre os sintomas do coronavírus e outras informações de saúde. O serviço Ligue-Saúde é por meio do telefone 3481-5165, das 7h às 18h30, de segunda a sexta-feira, com atendimento de médicos.

O serviço é voltado somente para moradores de Joinville. A intenção é tirar dúvidas que possam evitar a ida dos pacientes até alguma unidade de saúde, principalmente aos pronto-atendimentos que foram vocacionados para atender emergências.

Até a manhã desta quarta-feira (25), Joinville contava com 4 casos confirmados da doença e 42 pacientes que aguardam o resultado de exames.

Mais conteúdo sobre

Saúde