Coronavírus: Moisés participa de reunião com Bolsonaro por videoconferência

Atualizado

O governador Carlos Moisés participou na manhã desta terça-feira (24), de uma reunião por videoconferência entre o presidente Jair Bolsonaro, ministros e governadores da região Sul do Brasil.

Videoconferência entre o governador e o presidente Jair Bolsonaro – Foto: Julio Cavalheiro/Secom/ND

Em sua fala, Carlos Moisés explicou as medidas de restrição adotadas pelo Estado e os resultados obtidos no combate ao enfrentamento do coronavírus.

O presidente Bolsonaro prometeu ajuda econômica às unidades federativas, com a suspensão do pagamento das dívidas e a facilitação da obtenção de investimentos, com a redução dos entraves burocráticos.

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, também garantiu que chegarão aos estados os equipamentos de proteção individual para os funcionários da saúde.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, por sua vez, prometeu que não faltará dinheiro para a saúde enquanto durar a crise do coronavírus.

Carlos Moisés fornecerá mais detalhes do encontro durante a entrevista coletiva desta terça-feira, a partir das 18h, quando será informado também o dado atualizado sobre os casos de Covid-19 no Estado.

Leia também:

Na reunião foram também discutidas as medidas de restrição adotadas pelos estados, assim como os resultados obtidos no combate ao enfrentamento do coronavírus.

Entre outras coisas, o governador Carlos Moisés solicitou ao Planalto que informasse, de “forma perene”, a vinda de imigrantes trazidos para Santa Catarina pelo governo federal, como forma de controle diante do combate à pandemia.

Isolamento social por mais sete dias

Na noite de segunda-feira (23), o governador anunciou a prorrogação por mais sete dias das medidas restritivas em território catarinense. Ele também confirmou 86 casos de coronavírus em Santa Catarina.

Saúde