Coronavírus: veja o número de leitos e a estrutura montada pelos hospitais de Joinville

Atualizado

  • Esclarecimentos:
  • Segundo a Prefeitura de Joinville, a Unimed dispõe de 19 leitos de UTI adulto e 4 leitos de UTI pediátrica, totalizando 23 leitos que poderiam ser utilizados em casos de demanda de coronavírus.
  • Já o Hospital Dona Helena informou nesta sexta-feira (27) que, além dos 19 leitos de UTI adulto, a unidade também conta com 4 leitos de UTI pediátrica.
  • Por isso, o número total de leitos na cidade preparados para casos de coronavírus passou de 97 para 124.

Os hospitais de Joinville, tanto públicos quanto privados, contam com pelo menos 124 leitos destinados a atender casos suspeitos e confirmados de coronavírus. O número de leitos, no entanto, poderá ser ampliado à medida da necessidade.

Outras ações de prevenção, como espaços específicos para atendimento de pacientes com sintomas respiratórios, também foram adotadas pelos hospitais da cidade.

No maior hospital público do município –  Hospital São José -, há 30 leitos de UTI com capacidade imediata de ampliar para 50. “Estamos nos preparando em relação à infraestrutura, materiais médico-hospitalares e recrutando mais profissionais para atender à demanda”, confirmou o secretário de Saúde, Jean Rodrigues da Silva.

Confira abaixo a estrutura de cada hospital:

Hospital Municipal São José

Leitos: 30 leitos com possibilidade de ampliar para mais 20 imediatamente. Além destes 50, Joinville está montando uma estrutura – hospital de campanha – com mais 100 leitos para atender a retaguarda do coronavírus, se precisar.

Importante ressaltar que só será feita a internação do paciente com coronavírus que estiver em estado de gravidade. Para casos mais leves, é feito o atendimento clínico e direcionado para tratamento em isolamento domiciliar.

A Secretaria da Saúde de Joinville também montou um centro de triagem para pessoas que forem ao Hospital São José com sintoma de coronavírus. No local,  é feita uma avaliação médica e se o paciente não apresentar quadro da doença será encaminhado para outro setor de atendimento da unidade. A triagem evita o aglomero de pessoas. Além disso, o Hospital São José informou que os funcionários seguem todos os protocolos de atendimento para evitar o contágio e a propagação da doença.

Hapvida

Leitos:12 apartamentos e até 24 leitos.

Exemplo de leito de UTI do Hapvida – Foto: Divulgação/ND

Em Joinville, há um protocolo de atendimento na emergência. Segundo o hospital, há uma estrutura para atender pacientes com síndromes gripais de qualquer natureza, leitos disponíveis, equipes treinadas, protocolos atualizados, equipamentos, além de medidas sistemáticas de acompanhamento. Hapvida informou, ainda, que realizará testes para detectar coronavírus em pacientes que tiverem indicação médica.

Há também um comitê formado por médicos da gestão e infectologistas, de diferentes estados do Brasil, que discute, diariamente, as atualizações e novos cenários do coronavírus. A unidade também lançou um chat e contato telefônico (40022872) para dúvidas referentes ao coronavírus.

Hospital Dona Helena

Leitos: 19 leitos de UTI destinados ao coronavírus com possibilidade de expansão para até 29.  Além desses, há 4 leitos de UTI pediátrica. Já de leitos de internação sem gravidade, o hospital conta com 14 com possibilidade de ampliar para 35.

Exemplo de leito no Hospital Dona Helena – Foto: Divulgação Hospital Dona Helena

Danilo Abreu dos Santos Flores, superintendente médico do Dona Helena, lembrou que, como estamos em fase de transmissão comunitária, a emergência do hospital foi dividida em duas áreas – uma voltada a pacientes com sintomas respiratórios e outra para outras patologias.

Potenciais gripais, por exemplo, são atendidos pela triagem e já ganham uma máscara descartável. Toda a recepção foi reorganizada com espaços maiores entre um assento e outro e os profissionais da saúde estão usando EPIs (Equipamentos de Proteção Individual). O hospital também suspendeu visitas e acompanhantes a fim de reduzir o número de pessoas circulando na unidade.

Danilo Abreu destacou, ainda, que desde janeiro o hospital vem se preparando com um plano de contingência para o coronavírus. Equipes foram treinadas e todas as determinações da Anvisa, atendidas.

Unimed Joinville

Leitos: não informou o número de leitos, mas destacou que, conforme as necessidades forem surgindo, a instituição irá se adaptar para oferecer o melhor atendimento aos beneficiários.

No entanto, segundo levantamento da Prefeitura de Joinville, a Unimed dispõe de 19 leitos de UTI adulto e 4 leitos de UTI pediátrica, totalizando 23 leitos.

A Unimed Joinville também informou que adotou medidas protocolares de atendimento aos casos suspeitos de COVID 19 e está alinhada aos protocolos estabelecidos pelos órgãos de saúde.

Hospital Regional

Leitos: são 20 leitos de UTI adulto e 2 leitos de UTI para isolamento.

Entre as medidas adotadas pelo hospital, estão cancelamento das cirurgias eletivas, adiamento de todas as consultas ambulatoriais eletivas e exames eletivos, redução nos horários de visitas e número de visitantes.

A unidade informou, ainda, que não será autorizada a entrada de visitantes ou acompanhantes que apresentem sintomas gripais e frisou que possui em seu almoxarifado 10.600 máscaras cirúrgicas e 1.300 máscaras do tipo PFF2.

Hospital Bethesda

Leitos: Não definiu o número de leitos, mas há uma área reservada para casos de COVID-19. Mas à medida que houver necessidade, serão criados leitos, informou a unidade.

O Bethesda, porém, ainda não conta com UTI e, por isso, caso algum paciente necessitar de respirador, por exemplo, será encaminhado para outros hospitais. A unidade também informou que subdividiu os atendimentos de urgência e emergência. Todo o paciente que procurar atendimento passa por uma triagem e depois é encaminhado para o local correto de atendimento.

Há uma área só para atender pacientes que apresentarem sintomas respiratórios e será alocada na estrutura atual do PA 24 horas. Já outros pacientes serão atendidos em área que será alocada na estrutura destinada ao Setor de Gastroenterologia e de Ortopedia.

Hospital Infantil

Leitos: 2 leitos reservados para casos de coronavírus. Número pode ser ampliado à medida da necessidade.

O Hospital Infantil elaborou um Plano de Contingência para Coronavírus/Covid-19 que prevê todas as etapas do atendimento aos pacientes suspeitos ou confirmados para a doença. Atualmente, a instituição possui 2 leitos de UTI reservados para o coronavírus e mais 2 Unidades de Internação para atendimento a pacientes com queixas respiratórias, somando 36 leitos.

O Infantil também informou que pacientes com queixas respiratórias são atendidos em uma área reservada do Pronto-socorro. Vai desde a recepção e sala de espera, em ambiente exclusivo, até consultório, observação e espera de exames. Destacou, ainda, que todos os profissionais que fazem contado com pacientes de casos suspeitos ou confirmados de Covid-19 utilizam os EPIs.

O Hospital está realizando treinamento de colaboradores de todas as unidades para atuar com pacientes com quadro suspeito ou confirmado de COVID-19. O Plano de Contingência também prevê a utilização de outros setores de internação e terapia intensiva, aumentando o número de leitos disponíveis, conforme o aumento da demanda.

Foi criado, também, um Comitê de Combate ao Coronavírus, com o objetivo de planejar, executar e acompanhar todas as iniciativas necessárias para este momento.

Leia também

Oitavo caso de coronavírus é confirmado na cidade

Mapa coronavírus em Santa Catarina: o número de casos e mortes por cidade

Mais conteúdo sobre

Saúde