Caso de corpo encontrado em trilha de Florianópolis aponta para rixa

A investigação envolvendo a morte de Waldson dos Santos Amarante Filho, de 31 anos, aponta para uma rixa entre ele e moradores do Morro do 25, na região Central de Florianópolis. A informação foi repassada pela Polícia Civil nesta quarta-feira (16). Um suspeito do crime já foi identificado. Até a manhã desta quarta, no entanto, ninguém havia sido preso.

Corpo de jovem foi encontrado no início da trilha do Poção – Foto: Rosane Lima/ND

O corpo de Waldson foi encontrado no dia 9 de outubro, em uma trilha que leva à cachoeira do Poção, no bairro Córrego Grande. A vítima apresentava perfurações por disparos de arma de fogo e estava com as mãos amarradas com fios de luz.

Leia também:

De acordo com o delegado Enio de Oliveira Matos, responsável pela Delegacia de Homicídios da Capital, Waldson Filho, natural de Sergipe, era morador de Florianópolis há cerca de quatro anos. Ele morava com a companheira na localidade do Morro do 25.

Familiares da Waldson já foram ouvidos pela polícia, entretanto, não foram divulgados detalhes da investigação. A vítima possuía passagens policiais por tráfico de drogas em Santa Catarina. A Polícia Civil segue apurando o caso.

Polícia