Corpos de mais de dois mil bebês são encontrados na casa de médico

Restos fetais foram achados quando os familiares foram em sua residência nos Estados Unidos. Dr. Ulrich Klopfer era conhecido como o 'médico do aborto'

Mais de 2.000 corpos de bebês foram achados na casa de um médico que realizava abortos e faleceu há alguns dias. Quando os familiares foram até sua residência, encontraram 2246 fetos na casa do Dr. Ulrich Klopfer em Illinois, nos Estados Unidos.

Médico teve sua licença-médica cassada em 2016 – R7/ReproduçãoMédico teve sua licença-médica cassada em 2016 – R7/Reprodução

O médico realizava abortos e faleceu no dia 3 de setembro. Quando os familiares foram até sua casa, encontraram os fetos preservados. Um advogado da família informou a polícia sobre a descoberta na última sexta-feira (13).

Leia também:

Acredita-se que ele realizou 10.000 abortos ao longo de décadas. Isto faz com que ele provavelmente seja o médico que mais realizou abortos que se tem registro no mundo, de acordo com o jornal britânico Daily Mail.

Ele realizou os abortos até 2016 quando teve sua licença-médica cassada por não conseguir exercer o cuidado necessário com o paciente e por violar uma série de requisições necessárias no Estado para realizar o aborto de acordo com o jornal local “South Bend Tribune”.

Ainda conforme o jornal, também foi revelado que o médico realizou o aborto em uma menina de 10 anos que havia sido estuprada pelo tio. E após fazer o procedimento o médico não informou a polícia sobre o crime que a menina de 10 anos havia sofrido. Ele ainda permitiu que a menina voltasse para casa com os pais, que sabiam do abuso e não iriam denunciar o tio para a polícia.

+

Notícias