Covid-19: Veja o que está proibido nas principais cidades do Norte catarinense

Atualizado

Com o endurecimento do contingenciamento social a fim de conter o avanço da pandemia, nd+ ouviu as maiores cidades da região Norte do Estado para saber como estão as restrições e proibições das atividades. Algumas cidades, no entanto, explicaram que poderão apertar ainda mais o cerco nos próximos dias. Confira o que está valendo em cada cidade:

JOINVILLE

Determinou isolamento domiciliar a toda pessoa com idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos. Só é permitido o deslocamento para o desempenho de atividades estritamente necessárias, tais como: atividades laborativas; atendimentos de saúde e aquisição de produtos alimentícios e de saúde. Continua obrigatório o uso de máscaras por todas as pessoas, em todos os espaços públicos e os de uso comum.

Bares, restaurantes, lanchonetes e estabelecimentos congêneres deverão funcionar com atendimento limitado a 50% de sua capacidade total, excetuados os serviços de tele entrega ou retirada no estabelecimento.

Estão suspensas, por tempo indeterminado, quaisquer práticas esportivas que envolvam contato físico entre os participantes, além da concentração e permanência de pessoas em parques, praças e demais espaços públicos de uso coletivo.

SÃO FRANCISCO DO SUL

O uso de máscaras é obrigatório desde 20 de abril e está sendo fiscalizado pela Polícia Militar. Quem descumprir é sujeito a, primeiro, orientação e recomendação, e, após mais de uma chamada, a multa e detenção, conforme previsto no Código Penal, nos artigos 268 e 330. A máscara é obrigatória em todos os espaços da cidade, sejam eles comércios, espaços públicos, empresas, transportes, etc.

Supermercados, bares, restaurantes, academias e demais estabelecimentos comerciais seguem com as medidas de disponibilização de álcool em gel, higienização constante, distanciamento entre os usuários e capacidade total reduzida.

No entanto, algumas medidas poderão sofrer alteração nesta quarta-feira, dia 24, avisou a assessoria da Prefeitura.

JARAGUÁ DO SUL

Segue as mesmas medidas do Estado, como reabertura de parques para atividades físicas individuais sem permanência de pessoas. Ônibus começaram a circular com queda de até 85% dos passageiros e o uso de máscaras é obrigatório, porém sem multas. Ainda estão proibidos aglomerações, shows e eventos em geral.

GUARAMIRIM

Uso de máscaras continua obrigatório para entrada ou permanência em comércios e afins, sendo que em maio foi determinada a obrigatoriedade do uso em todos os espaços do município (ou seja, se sair de casa é preciso usar máscara). Porém, não há multa prevista em caso de descumprimento. O município também informou que está seguindo as mesmas orientações repassadas pelo Governo do Estado.

SÃO BENTO DO SUL

Uso de máscaras é obrigatório, mas não há aplicação de multa. Continuam suspensos feiras e eventos, eventos sociais e esportivos. No transporte público, a lotação é de 60%. Restaurantes, hotéis e comércio, a ocupação permitida é de 50%. Também continua proibido a aglomeração de pessoas.

MAFRA

A Prefeitura publicou decreto nesta terça-feira, 23, em consonância com o decreto da cidade limítrofe de Rio Negro, no Paraná. O objetivo é intensificar as medidas restritivas e coibir aglomerações em locais públicos e privados, que vêm sendo constatadas nos últimos dias.

O decreto proíbe a comercialização e consumo de bebidas alcoólicas após às 22 horas em estabelecimentos privados, sob pena de multas já estabelecidas, suspensão e cassação do seu alvará de funcionamento pelo período que durar a pandemia causada pela Covid-19. O decreto também proíbe o consumo de bebidas alcoólicas em qualquer local público, como praças e vias públicas.

O decreto também autoriza os profissionais da Vigilância Sanitária Municipal, Vigilância Epidemiológica Municipal, Atenção Primária à Saúde, Defesa Civil, Policia Militar e Bombeiros a realizarem a averiguação e a fiscalização das medidas.

PORTO UNIÃO

Destacou que está formulando um novo decreto determinando a obrigatoriedade do uso de máscaras em todos os espaços públicos, vias públicas e comércio em geral.

RIO NEGRINHO

Uso de máscaras é exigido apenas em ambientes fechados, sejam públicos ou privados. Na rua é recomendado, mas não obrigatório e não há multa prevista para quem não usar.

Outras restrições são limitação de pessoas por espaços fechados, e no transporte coletivo a lotação é de, no máximo, 60%.

A Prefeitura informou que, diante do aumento de casos que vem sendo registrado nos últimos dias, há possibilidade de que algumas sejam retomadas.

CANOINHAS

Ainda não adotou novas medidas restritivas. Segue as mesmas impostas pelo Estado, com exceção do transporte público, que ainda não voltou a circular. Quanto ao uso de máscaras, continua obrigatório, sem multas.

Leia também:

Mais conteúdo sobre

Saúde