Criança de dois anos e pai são mortos a tiros na Grande Florianópolis

Atualizado

Uma menina de dois anos e o pai foram mortos a tiros na noite de domingo (14), em São José, na Grande Florianópolis. O crime ocorreu por volta das 20h30, na avenida das Torres. A criança chegou a ser encaminhada ao Hospital Regional, mas morreu na unidade hospitalar durante a madrugada.

Nas redes sociais a mãe da criança desabafou sobre a perda do marido e de uma das filhas. “Destruíram minha famíla, meu Deus, que dor e covardia, chegar ao ponto de atirar num bebê de apenas dois aninhos. Interrompeu a vida da minha filha, estou sem chão, e completamente sem condições de falar nesse momento. Perdi meu marido e minha filha Antônia”, escreveu.

Mãe da criança fez desabafo nas redes sociais – RICTV Record/Reprodução

A polícia investiga o caso e suspeita que o crime tenha sido resultado de um acerto de contas. “Tudo leva a crer que seja isso [acerto de contas], várias hipóteses surgiram e precisamos verificar uma por uma”, afirma o delegado Manoel Galeno, da Polícia Civil de São José.

Leia também:

De acordo com Galeno, os dois estavam em uma casa quando pelo menos dois suspeitos chegaram ao local e efetuaram os disparos, estourando a porta de vidro da residência, não dando chances de reação às vítimas. A criança foi atingida com um tiro no tórax, enquanto o pai foi baleado na cabeça. Ele morreu no local.

Segundo a polícia, o homem foi identificado como Jean da Silva, de 26 anos. Ele tinha várias passagens pela polícia por tráfico, receptação, posse ilegal de arma e violência doméstica.

Mais conteúdo sobre

Polícia