Crianças e mulheres mórmons americanas vítimas de massacre no México

Seis crianças e três mulheres, todas cidadãs americanas, foram mortas em uma emboscada no México, de acordo com informações do Daily Mail. Todas as vítimas, segundo o portal, pertenciam a uma grande comunidade mórmon dos Estados Unidos, baseada no norte do México. Segundo os líderes da comunidade, que está no local ha mais de um século, “houve um terrível massacre”.

Família de mórmons americanos vítima de cartel do tráfico no México – Foto: Reprodução Internet

De acordo com Julián Lebarón, líder da comunidade, bandidos têm atuado na região de Rancho de la Mora, próximo à fronteira com os Estados Unidos. Ele inclusive perdeu quatro sobrinhos e sua prima, Rhonita Maria LeBaron, na emboscada.

Julián deu entrevista à Rádio Fórmula, na qual relato que a região é uma “zona de guerra, onde agem cartéis de drogas e todo tipo de matador”.

Vídeo no Twitter mostra estado da caminhonete após a emboscada

Ainda de acordo com Julián, a tragédia teria acontecido quando Rhonita dirigia uma caminhonete com os filhos, indo para o aeroporto. Eles teriam sido cercados e sequestrados por homens armados. Havia outro veículo, também com uma mulher ao volante e crianças. Os homens atiraram e, não satisfeitos, incendiaram os veículos.

Conforma a narração de Julián, algumas crianças conseguiram escapar. Porém, outras não tiveram a mesma sorte. Vários corpos estavam carbonizados. De acordo com a reportagem, a polícia está investigando o caso, porém, sem dar mais informações.

Leia também

Polícia