Decreto em Florianópolis proíbe uso de água para lavar carros, calçadas e pátios

Atualizado

O prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro, assinou um decreto, na tarde desta quinta-feira (8), proibindo a utilização de água tratada canalizada para atividades como lavagem de carros, calçadas, passeios públicos e pátios de imóveis públicos municipais no âmbito da administração pública municipal.

Segundo a prefeitura, o “decreto terá vigência enquanto perdurar a estiagem, que gera baixa pressão e intermitências no abastecimento da cidade”.

Decreto sobre uso da água foi assinado na tarde desta quinta-feira – PMF/Divulgação

De acordo com o prefeito, a proibição leva em conta o longo período sem chuva na região da Grande Florianópolis, que tem causado baixa pressão de água em algumas regiões.

“Queremos conscientizar toda a população para racionar o uso da água principalmente nesse período de estiagem, e temos que dar o exemplo na prefeitura também”, disse Gean.

Leia também:

O decreto não inclui casos em que seja necessário utilizar a água para ações de saúde ou segurança pública.

“O município segue acompanhando o trabalho da concessionária Casan para buscar alternativas que diminuam o impacto da falta de chuva sobre o dia a dia da população”, finaliza a nota.

Estiagem afeta abastecimento em Florianópolis e região – Arquivo/Flávio Tin/ND

Orientações da prefeitura sobre uso da água

  • Tome banhos mais breves.
  • Feche a torneira ao escovar os dentes e ao fazer a barba.
  • Não lave a louça com água corrente: passe rapidamente água nas louças, ensaboe os pratos e utensílios. Abra a torneira apenas para enxaguar.
  • Não lave roupa com água corrente.
  • Só ligue a máquina de lavar louça ou a de lavar roupa com capacidade total: o consumo é igual se ela não estiver cheia.
  • Não use água como vassoura. Em calçadas e áreas pavimentadas, primeiro varra a sujeira, depois lave com a utilização de um balde.
  • Não use mangueira, mas balde e pano para lavar o carro. E em épocas de estiagem evite lavar seu automóvel.
  • Reaproveite a água usada na lavação de roupas para outros fins, como lavar calçadas.
  • Não jogue água nas ruas: água não é pavimentação.
  • Regule a válvula de descarga: esse cuidado pode reduzir o consumo pela metade.

Infraestrutura