Delegacia é atingida por tiros no 5º dia seguido de ataques no Ceará

RECIFE, PE (FOLHAPRESS) – No quinto dia seguido de ataques criminosos no Ceará, a fachada da delegacia do bairro de Curió, em Fortaleza, no Ceará, foi atingida por mais de 40 tiros de pistola na madrugada desta terça-feira (31). Desde sexta, foram 26 ações contra prédios públicos, ônibus e instituições financeiras.

Já são quatro delegacias de polícia atacadas. De acordo com informações preliminares da Polícia Civil, os suspeitos pelo ataque estavam em motocicletas. Há indícios de que quatro homens participaram da ação. 

As armas utilizadas foram pistolas de uso restrito das forças policiais. Os disparos ocorreram por volta das 2h30. No momento do crime, havia dois policiais civis no local. Ninguém ficou ferido.

As câmeras do prédio não conseguiram registrar a ação porque o imóvel passa por reformas e os equipamentos estavam desligados.

A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social informou que prendeu, na noite desta segunda (30), cinco homens suspeitos de participar das ondas de ataques.

Subiu para 16 o número de ônibus incendiados. Às 15h, a pasta deve detalhar em entrevista coletiva as providências que estão sendo tomadas e as prisões realizadas.

O Governo do Ceará atribui os ataques à retaliação pelas mortes de três suspeitos de assaltar um carro-forte na quinta-feira da semana passada no município cearense de Amontada. Eles seriam integrantes de uma facção criminosa.

Na manhã de segunda, uma granada foi deixada nas proximidades da Delegacia de Maracanaú, na região metropolitana de Fortaleza. Acionada, a polícia removeu o explosivo da área e conseguiu destruí-lo. 

Durante a madrugada da segunda-feira, homens ainda não identificados pelas forças policiais lançaram um coquetel molotov contra o Batalhão de Polícia de Meio Ambiente, situado na avenida Governador Raul Barbosa, também em Fortaleza. 

Mais conteúdo sobre

Jornalismo

Nenhum conteúdo encontrado