Delegado Claudio Monteiro apresentou notas fiscais de Ponta Porã, mas estava em Miami

Defesa diz que ele cometeu um "deslize" e que o dinheiro já foi devolvido aos cofres públicos

Janine Turco/ND

Delegado Claudio Monteiro

O delegado Cláudio Monteiro, que foi exonerado do cargo de diretor da Deic (Diretoria Estadual de Investigações Criminais) na quinta-feira por desvio de conduta, viajou a Miami, nos Estados Unidos, em fevereiro de 2011 com dinheiro de diárias que foram liberadas para uma missão em Mato Grosso do Sul, segundo informou o secretário de Segurança Pública, César Grubba. O caso está sendo investigado pela Corregedoria da Polícia Civil e se confirmado que o ex-diretor da Deic usou diárias para viagens pessoais pode ser enquadrado pelo crime de peculato, cuja pena prevista no artigo 312 do Código Penal vai de 2 a 12 anos de reclusão. A defesa de Monteiro argumenta que ele cometeu um deslize e que o dinheiro foi devolvido espontaneamente aos cofres públicos.

No relatório apresentado a SSP (Secretaria de Segurança Pública), Monteiro informou que esteve no Mato Grosso do Sul, na cidade de Ponta Porã, onde deveria investigar o tráfico de drogas na fronteira com o Paraguai. Monteiro apresentou notas fiscais com gastos feitos na cidade brasileira relacionados a refeição e estadia, mas no sistema da Polícia Federal foi possível comprovar que no mesmo período o delegado estava em Miami, como consta nos registros de seu passaporte. A defesa do delegado diz que ele cometeu um deslize e que o dinheiro público já foi devolvido antes mesmo das denúncias.

Grubba ressaltou que Monteiro vinha exercendo um ótimo trabalho à frente da Deic, mas que não poderia fazer vistas grossas ao caso. A exoneração de Monteiro teria sido motivada exclusivamente pelo desvio de conduta.

 Cláudio Monteiro se recusou a atender a reportagem do Notícias do Dia para dar sua versão sobre o assunto.

Viagem em 2011

As viagens foram em 2011, e, no início da semana passada, o delegado Cláudio Monteiro informou a SSP que já havia devolvido o dinheiro aos cofres públicos há duas semanas, mais de um ano depois dos fatos. “Ele informou que já devolveu o dinheiro, isso ainda não está confirmado, mas ele falou para mim”, esclareceu Grubba.

Como Monteiro não esteve no Mato Grosso do Sul, foi determinada ao delegado geral aberta uma sindicância interna e de um inquérito policial para apurar a irregularidade do delegado. Cesar Grubba disse que a exoneração do cargo de diretor foi discutida com o governador Raimundo Colombo. O advogado de Monteiro denominou o desvio de conduta como “equívoco”, e referçou que não houve crime, mas sim um erro administrativo.

O advogado de defesa informou que ainda não teve acesso ao processo contra seu cliente. “Na segunda-feira vou verificar se já foi instaurado procedimento. Se sim, vamos pedir celeridade no caso”, declarou. O advogado confirmou que Monteiro viajou para Miami. “Quando ele percebeu que houve um deslize devolveu o dinheiro das diárias”, disse.

Akira assume dia 16

O novo titular da Diretoria Estadual de Investigações Criminais, Akira Sato, assume o cargo dia 16 de abril, após a nomeação ser publicada no Diário Oficial. O destino de Monteiro será decidido nesta segunda-feira, no gabinete do Delegado Geral.

O delegado geral Aldo Pinheiro D’ Ávila não quis se antecipar aos fatos, apenas comentou que as viagens teriam acontecido no ano passado e que a denúncia chegou ao gabinete do Secretário de Segurança Pública, Cesar Grubba, há quinze dias. D’Ávila disse que neste período de transição o adjunto de Monteiro, Célio Pinheiro Nogueira assume a direção da especializada. Aldo Pinheiro salientou que se houver necessidade de inquérito policial será a própria corregedoria que irá convocar um delegado para presidir a investigação.

Aldo explicou que não será necessário o afastamento do ex-diretor da Deic enquanto ele estiver sob investigação na corregedoria. “No Deic não deve ter mais clima para ele ficar. Irei conversar com ele. Talvez ele irá assumir uma delegacia, para dar sua contribuição. Ele sempre e foi um excelente delegado”.

 

Acesse e receba notícias da Grande Florianópolis pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Notícias