Demolição do antigo Fórum à vista

O último obstáculo burocrático para a demolição do antigo Fórum e lá construir um prédio de 18 andares da Justiça Federal foi vencido esta semana: a SPU (Secretaria do Patrimônio da União) oficializou a avaliação feita pela Caixa Econômica Federal sobre os dois prédios envolvidos na permuta entre a Prefeitura de Joinville (Fórum antigo) e a área da Justiça Federal ao lado do Arquivo Histórico. Com a validação da SPU, a Justiça Federal já pode providenciar o alvará de demolição do prédio abandonado da esquina das ruas Princesa Isabel e Dona Francisca. A superintendente da SPU em Santa Catarina, Silvia De Luca, acabou dando uma atenção especial ao caso a pedido do ex-prefeito Carlito Merss (PT), de quem foi chefe de gabinete quando ele era deputado estadual. “Ela me ligou dando a boa notícia e logo liguei para a Roberta (Noroschny Schiessl), que foi uma batalhadora na permuta”, disse o ex-prefeito. Roberta era presidente do Ippuj quando teve a idéia de propor a permuta com a Justiça Federal.

Arquivo/ND

Abandonado. Prédio na esquina das ruas Princesa Isabel e Dona Francisca dará lugar a edifício de 18 andares da Justiça Federal

Nova sede

Avisada pela empresa dona do prédio que deveria desocupar a área alugada no Centro, a Justiça Federal estava procurando local para construir sua sede. O recurso estava garantido. A permuta agradou os dois lados. O projeto já está pronto. Joinville vai trocar um prédio abandonado por um edifício de 18 andares. Já a Prefeitura vai receber a antiga sede da Secretaria da Habitação, para onde ela, provavelmente, vai retornar.

Festival de Dança

Em função da Copa do Mundo, o Festival de Dança de Joinville vai começar mais tarde. A 32º edição ocorrerá de 23 de julho a 2 de agosto e deve repetir o sucesso das anteriores. Todo o trabalho de organização está concluído.

Não tenho condições de aderir. Tenho família, mulher, duas filhas e escritório”, Carlos Adauto Vieira, advogado, ao lembrar, ontem em reportagem do ND,  que foi convidado por Paulo Wright para ingressar na luta armada logo depois de 31 de março de 1964.

 Terminais

A Polícia Militar precisa dar uma atenção especial aos terminais de ônibus, principalmente nos fins de noite, quando a movimentação de estudantes ainda é grande. Esta semana, um radialista foi avisado que alguém furtou o boné de seu filho e depois entrou no terminal da esquina das ruas Fátima e Monsenhor Gersino. Ao entrar lá, ele ficou surpreso com o número de homens consumindo drogas pelos cantos. Ao ameaçar chamar a PM pelo celular, ele foi agredido por um dos que o cercaram. Por sua sorte uma viatura da PM passou no local e eles se dispersaram.

Divulgação/ND

Novo desembargador. Nascido em Campos Novos, mas “joinvilense” por 16 anos, período em que atuou na comarca, o juiz de 2º grau Carlos Adilson Silva foi eleito ontem (2) novo desembargador do TJSC (Tribunal de Justiça de Santa Cataria). Ele vai substituir outro magistrado que atuou muitos anos em Joinville, José Volpato de Souza, que faleceu em março. O novo desembargador atuou como juiz da comarca de Joinville de 1993 até 2009, quando passou pela 5º Turma de Recurso da região. Em 2009, por merecimento, foi promovido a juiz de 2º grau no TJSC

.

Voluntários

Pela segunda vez, e pelo mesmo motivo, uma comitiva de Joinville vai até ao STF (Supremo Tribunal Federal), hoje em Brasília, conversar com o ministro Luiz Fux. A diretoria dos Bombeiros Voluntários de Joinville, acompanhada pelo prefeito Udo Döhler (PMDB), senador Luiz Henrique (PMDB) e do deputado estadual Darci de Matos (PSD), vai mostrar a importância da atuação dos “Voluntários” em Santa Catarina.

Defesa

O grupo também vai defender a constitucionalidade da PEC (proposta de emenda constitucional) aprovada em 2012 com as emendas do deputado Darci de Matos, que autorizam os municípios a celebrarem convênios com as corporações de Voluntários para verificação e certificação de normas de segurança contra incêndios. 

Mural

– Ontem, no dia de seu aniversário, Nelson Bansen leu nos jornais sua promoção de diretor-executivo para subprefeito de Pirabeiraba.

– O presidente da Celesc, Cleverson Siewert, vem a Joinville na próxima segunda inaugurar a subestação no Perini Business. Uma obra que demorou porque houve disputa judicial.

– Um empresário tentou impedir que a linha de transmissão passasse em seu terreno.

– Foi aprovado ontem (2) o projeto de lei 615/2011, do deputado federal Marco Tebaldi (PSDB), que confere a Joinville o título de “Cidade Nacional da Dança”.

– Hoje à tarde, a rua Prudente de Morais deve ser fechada para possibilitar a manifestação dos servidores de da UFSC.

Loading...