Denúncias da operação Tapete Negro são protocoladas em Blumenau

O promotor de moralidade pública, Gustavo Merelles Ruiz dias protocolou na tarde desta terça-feira (29) as cinco primeiras denúncias da operação Tapete Negro, na segunda Vara Criminal de Blumenau. Além disso, o promotor solicitou ainda a quebra do sigilo da ação para a juíza Ana Karina Arruda Anzanello, que deve ficar responsável pelo caso.

A ação vai denunciar criminalmente integrantes do primeiro escalão da gestão anterior da Prefeitura de Blumenau e empresários da cidade. As denúncias são referentes a obras públicas realizadas em Blumenau e financiadas pelo Banco de Desenvolvimento de Santa Catarina, no programa Badesc Três.

Reprodução/RICTV

Denúncias da operação Tapete Negro são protocoladas em Blumenau

O promotor solicitou ainda a quebra do sigilo da ação para a juíza Ana Karina Arruda Anzanello, que deve ficar responsável pelo caso

Com informações do repórter João Paulo Souza

RIC Mais

Veja a matéria do RIC Notícias:

Política