“Desrespeitoso e debochado com os magistrados que agem com correção e dignidade”, afirma Paulo Alceu

No início de setembro, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) puniu um desembargador do Ceará que exigia salário de servidores comissionados. A punição: aposentadoria compulsória.

Confira o comentário de Paulo Alceu sobre o assunto!

+

ND Notícias