Desvio de septo nasal: O que é, e o que fazer?

Atualizado

Dr. Guilherme Guerra Orcesi, da Costa / Médico Otorrinolaringologista – CRM-SC 14920 / RQE 7501

O septo nasal é uma estrutura que divide internamente a cavidade nasal ao meio. O septo é composto por uma parte óssea e outra cartilaginosa, e é recoberto por uma camada de mucosa, que está em contato direto com o interior das fossas nasais. A função do septo é ajudar a promover um adequado fluxo de ar pelo nariz.

Explica o médico otorrinolaringologista, Guilherme Guerra, que o desvio de septo nasal (ou desvio septal) nada mais é do que uma tortuosidade desta estrutura, mais comumente originada durante o nosso crescimento, quando as estruturas ósseas e cartilaginosas vão se sobrepondo umas às outras, sendo algo bastante comum na população.

“Outra causa relativamente comum de desvio septal são as traumáticas. Bem menos comum são os desvios ocasionados por deslocamento do septo devido à compressão do mesmo por tumores ou pólipos”, acrescenta.

De olho nos sintomas

Segundo o Dr. Guerra, o principal sintoma do desvio de septo é a obstrução nasal, devido ao estreitamento da passagem do ar, o que pode ter grande impacto na qualidade de vida, devido a dificuldades para práticas esportivas, má qualidade de sono, dificuldade de concentração, entre outros.

“Dependendo do caso, o desvio pode estar localizado em regiões que atrapalham a drenagem dos canais que comunicam a cavidade nasal com os seios da face, causando sinusites de repetição”, explica o profissional, que é médico otorrinolaringologista.

Como corrigir o desvio?

A correção dos desvios septais se dá por meio de cirurgia, a septoplastia. Mas nem sempre a cirurgia é necessária. Na maioria dos casos, o desvio não é grande o suficiente para causar impacto significativo na qualidade de vida do paciente.

“A decisão de operar um desvio de septo é tomada de acordo com cada caso em específico, sempre em conjunto com o paciente, e se baseia no grau do desvio e o nível de impacto que causa na qualidade de vida”, observa o médico.

Curiosidade sobre os desvios de septo

Em geral, quanto mais anterior é o desvio (mais próximo das aberturas das narinas), maior é o impacto na qualidade da respiração.

A maioria dos desvios é sempre de um lado só, mas alguns pacientes podem ter o desvio para ambos os lados (desvio sinuoso).

Dependendo da altura e da intensidade do desvio, ele pode contribuir para uma tortuosidade externa do nariz.

Edição: Alessandra Cavalheiro – Jornalista – Mtb 9775

 

Dr. Guilherme Guerra Orcesi, da Costa

Médico Otorrinolaringologista

CRM-SC 14920 / RQE 7501

Baía Sul Medical Center

Rua Menino Deus, 63, Bloco A, Sala 502, Centro, Florianópolis – SC

(48) 99176-5577 / (48) 3050-1111

https://www.guilhermeguerra.med.br/

Mais conteúdo sobre

Saúde Mais