Dia Internacional da Menina: elas ainda estão sendo mortas. Relembre casos recentes.

Dia 11 de outubro foi escolhido para ser lembrado como o “Dia Internacional da Menina”. É uma data comemorativa, conforme declaração da Organização das Nações Unidas (ONU). De acordo com a entidade, uma em cada cinco meninas conhece outra que já sofreu violência. Além disso, 13,7% das meninas de 6 a 14 anos trabalham ou já trabalharam.

Por aqui, se tem visto em destaque nos noticiários grande volume de notícias que, direta ou indiretamente, corroboram esses dados da ONU. Enumeramos alguns recentes que ganharam manchetes pelo país, e que ainda estão na memória. Mas há muitos outros.

Mãe e padrasto presos por abuso de menina de 6 anos em Jaraguá do Sul

Uma mulher de 26 anos e um homem de 27 foram presos em setembro último pelo crime de estupro de vulnerável: uma menina de seis anos. A investigação teve início após uma denúncia feita pela escola ao Conselho Tutelar de Jaraguá do Sul.

Adolescente de Paço de Torres encontrada morta levou 40 facadas

Brenda da Rocha Crvalho foi encontrada morta em plantação de eucaliptos – Foto: Arquivo Pessoal

O Dia Internacional da Menina também vale para Brenda da Rocha Carvalho. Já na fase adolescente, ela saiu de casa na sexta-feira (13), por volta das 17h. No entanto, ela desapareceu perto de um ginásio de esportes de Maracajá, cidade em que vivia. No primeiro depoimento, conforme explicou a família, a garota saiu de casa para fazer as unhas. O corpo foi encontrado numa plantação de eucaliptos.

Caso Estela: tio da menina é preso e confessa o crime

Paulo Sergio confessou ter matado a sobrinha de seis anos. – Foto: Reprodução

A pequena Estela Evangelista, de 6 anos, saiu de casa levada pelo tio, Paulo Sergio Evangelista, que a levaria à praia, no Rio de Janeiro. Ambos sumiram e o corpo da menina foi encontrado dias depois, dois dias depois, com sinais de estrangulamento. O tio foi preso e confessou o crime.

Menina de 12 anos estuprada em Palhoça

Ela estava indo para a escola, quando foi atacada por um homem, que a levou para um local ermo. A polícia prendeu o suspeito poucos dias depois. Ele tentava deixar a capital, no entanto, foi flagrado próximo ao Terminal Integrado do Centro da Capital (Ticen). O caso aconteceu em agosto último.

Caso Raíssa: menina foi estrangulada depois de sumir de uma festa infantil

Raíssa foi vista pela última vez ao lado do garoto de 12 anos – Foto: Reprodução/Record TV

Raíssa, de 9 anos, estava acompanhada da mãe e de um irmão em uma festinha. Por alguns segundos ela ficou sozinha, pois a mãe levantou da mesa para pegar pipoca. No entanto, foi o suficiente para ela desaparecer. A menina aparece em vídeo, acompanhada de um amiguinho, de 12 anos, que disse tê-la matado. O caso ainda não está esclarecido.

Bebê morre após tomar vacina em hospital de Guarujá, em São Paulo

Uma bebê de 9 meses morreu depois de ter recebido uma injeção, em um hospital na cidade de Guarujá, litoral de São Paulo. A criança estava internada há quatro dias, depois que os médicos suspeitaram de uma infecção bacteriana. O fato aconteceu no início de outubro.

Menina Ágatha foi a quinta criança morta com bala perdida no Rio

Agatha Félix tinha 8 anos – Foto: Reprodução

Ela estava indo para a escola, dentro de uma Kombi que fazia transporte alternativo. Uma bala a atingiu mortalmente. O caso ainda é nebuloso, com policiais sob suspeita de terem disparado o tiro fatal. O depoimento revoltado do avô emocionou o país.

Violência no trânsito: menina Jenifer morre atropelada em Joinville

Em fevereiro deste ano, a menina Jenifer foi atropelada quando caminhava, junto com o pai, por uma rua. Aconteceu no bairro Aventureiro, em Joinville. O momento exato do atropelamento foi registrado em vídeo.

Em tempo: o primeiro Dia Internacional da Menina foi celebrado em 11 de outubro de 2012.

Leia também

Polícia