Dois anos após a morte de Ricardinho, moradores da Guarda fazem homenagem ao surfista

Comunidade homenageia Ricardinho após morte do surfista - Eduardo Valente/ND
Comunidade homenageia Ricardinho após morte do surfista – Eduardo Valente/ND

Dois anos depois da morte do surfista Ricardo dos Santos, o Ricardinho, assassinado pelo ex-policial militar Luís Paulo Mota Brentano, moradores e surfistas da Guarda do Embaú se reúnem em um evento especial para prestar homenagens e celebrar a recente conquista e aprovação da comunidade como Reserva Mundial do Surf.

Por uma iniciativa da Associação de Surf e Preservação da Guarda do Embaú, a data, 20 de janeiro, foi decretada pelo poder municipal como “Dia Municipal do Surfista” em Palhoça.

O evento terá uma programação especial entre 10 e 17h, com apresentações culturais e exposição de fotos abertas ao público no centrinho da Guarda. No período da tarde, haverá também uma solenidade de hasteamento das bandeiras e descerramento da placa da Reserva Mundial do Surf e da nova prancha em homenagem ao surfista Ricardo dos Santos.

No fim da tarde, a comunidade e visitantes serão convidados para dar um “Abraço Coletivo” no Rio da Madre, tradicional símbolo usado pela comunidade para reivindicar a preservação da região. Pescadores artesanais também lançarão tarrafas ao mesmo tempo no rio da Madre e os surfistas encerram a cerimônia com um círculo no mar.

A ação também faz parte de uma série de etapas a serem vencidas antes da oficialização da comunidade como Reserva Mundial de Surf. Entre as etapas vindouras, destaca-se a formação e engajamento do Comitê de Gestão Local, planejamento e gestão das ações futuras, escolha de um embaixador, produção de um livro e, por fim, a implementação contínua da Reserva Mundial de Surf.

Ricardinho - Facebook/Reprodução
Ricardinho foi assassinado por ex-policial militar após discussão – Facebook/Reprodução

Relembre o caso da morte do surfista

O surfista Ricardo dos Santos morreu no dia 20 de janeiro de 2015, um dia depois de ter sido atingido por dois tiros após uma discussão com o então soldado Luís Paulo Mota Brentano. Brentano estacionou o veículo em uma trilha, no caminho da casa da família do surfista, onde ele iria fazer reparos no encanamento com o avô. Ricardinho pediu a ele para retirar o carro, mas Brentano não concordou. Houve discussão e, na sequência, o policial atirou contra o surfista a curta distância.

Os tiros atingiram diretamente órgãos vitais do surfista. Um pegou na região do tórax (atravessando-o da lateral esquerda à direita) e outro na lombar (alojando-se na vértebra lombar, de trás para frente), ou seja, pelas costas.

Apesar de alegar legítima defesa, Brentano foi julgado em júri popular no dia 16 de dezembro de 2016 e condenado a 22 anos de prisão em regime fechado, e oito meses de detenção em regime semiaberto, por dirigir sob efeito de álcool.

Menos de uma semana depois, o advogado do ex-PM, Leandro Gornicki Nunes, afirmou que pediria a anulação do julgamento, sem especificar os motivos, sustentando a tese de legítima defesa, e comentou que durante os dois dias de julgamento ocorreram situações favoráveis para a anulação da sentença, que na opinião dele foi exacerbada.

O defensor também se opôs à decisão da juíza Carolina Ranzolin Nerbass Fretta, titular da 1ª Vara Criminal de Palhoça, e conseguiu liminar concedida pelo desembargador da 4ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça, Rodrigo Collaço, autorizando Brentano a continuar detido nas dependências militares até que o mérito da causa (decisão final) seja julgado.

Confira a programação completa:

O quê: Celebração local pela aprovação da Reserva Mundial de Surf (RMS)

Quando: 20/1, a partir das 10h

Onde: Guarda do Embaú/Palhoça/SC

PROGRAMAÇÃO

10h00 às 14h00 –  WG SURF SESSION – Sessão de fotos gratuita que premia a melhor foto de surf  em formato de bateria, organizado e julgado pela equipe Wave Giant. (Inscrição na praia)

15h00 – Abertura da Cerimônia

15h30 – Hasteamento das bandeiras e descerramento da nova prancha RDS e da RMS(Centrinho)

16h00 – Apresentação da música “Estrela” com Wando Cunha e Nathan Malagoli (Centrinho)

16h30 – Abraço Coletivo no Rio da Madre

17h00 – Atrações musicais e culturais

Região

Nenhum conteúdo encontrado